quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Um trocadilho para pensar


"Muito me reprovo e o aprovo tanto quanto outrora aprovei o que hoje reprovo"

Agostinho da Silva (1906-1994)

Em Escrita na Pedra do PÚBLICO de hoje

Sem comentários:

Publicar um comentário