terça-feira, 5 de junho de 2018

Notas do meu Diário: Agora, com outros olhares

Depois de um interregno justificado e necessário, cá estou de novo com outros olhares. Passei pela experiência de não conseguir ler os carateres mais pequenos, os usuais nos livros e jornais, que os gordos não ofereciam obstáculos, até voltar ao prazer da leitura. Não poder ler, foi um drama que me marcou, apesar de saber que mais tarde ou mais cedo tudo seria normalizado, como me garantiu o meu oftalmologista, Mário Santos, do Hospital da Luz, cuja sensibilidade, disponibilidade e amabilidade bastante me cativaram. Não é todos os dias que encontramos um médico que nos telefona a indagar do nosso estado de saúde, antes e depois da intervenção cirúrgica. Estou-lhe muito grato. 
E agora volto com a boa disposição de sempre ao dia a dia, procurando estar com os meus amigos, de perto e de longe, nesta troca de mensagens que o FB proporciona, livremente, transformando o mundo numa aldeia global que nos torna próximos, embora nos afaste, por vezes, de quem nos rodeia. 
Foram muitas as mensagens que me chegaram por diversas vias com palavras estimulantes. A todos o meu muito obrigado. 
Um abraço para todos. 

Fernando Martins

Sem comentários: