sábado, 12 de maio de 2018

ÍCONE DE SANTA JOANA



Partindo do desejo do nosso Bispo, 
veio à luz o Ícone de Santa Joana, 
Padroeira de Aveiro. 
De que se trata?

A palavra «ícone» – icona, ikona, ????? – do russo – vem do grego eikona (?????, Eikon) que significa simplesmente imagem. Trata-se de uma das expressões de arte sacra mais antiga e com menos alterações ao longo do tempo. Não se tratando de uma simples pintura, o ícone mostra uma relevante carga simbólica, em que nada surge por mero acaso. Só assim se entendem os pormenores, detalhes, posição dos corpos, estilo dos cabelos, de vestuário, de fundos, de ornamentos, luzes e de sombras, componentes do nosso Ícone. Tudo é feito para possibilitar a contemplação e o diálogo entre o crente e o mistério divino escrito no Ícone, pois como nos diz a autora da presente obra: “o Ícone da Santa Joana foi elaborado após profunda oração e estudo sobre a sua vida”.

Passemos, agora, à descrição deste Ícone, 
por meio das palavras da escritora deste Ícone, 
Tânia Pires:

Santa Joana é representada com o hábito da congregação Dominicana, com quem viveu na vida entregue a Deus, à comunidade e aos mais pobres. Na mão esquerda segura o Crucifixo e na mão direita o pão, que representa todo o alimento e toda a atenção que Santa Joana partilhou com os pobres ao longo da sua vida. Dos três mendigos representados (que simbolizam toda a pobreza da cidade), perto da muralha (que representam a cidade de Aveiro), podemos deduzir que era Santa Joana que ia ao encontro dos mais necessitados, dando a sua vida, transmitindo o amor, a fé, a esperança e a Palavra Viva.

Santa Joana seguiu sempre a sua intuição, voz e vontade mais profunda de Deus, sem hesitar. E, contra todas as vontades externas, recusou três casamentos representados no Ícone pelas três coroas. A água representa a sua cidade, a sua «pequena Lisboa», Aveiro, e o edifício por detrás de Santa Joana, a casa de Deus, o convento onde ela entregou a sua vida. A sua frase “Amar a Deus é servir”, verdadeiro lema da Santa Joana integra o Ícone, o qual tão bem caracteriza a sua vida, pelo serviço e entrega constantes ao mundo e a quem mais necessitava, modelo para os seus devotos. Santa Joana morreu muito nova, daí o seu rosto ser representado sob uma forma jovial e serena. É um Ícone bastante completo que caracteriza toda a riqueza da sua vida, podendo ser contemplado e rezado dessa forma.

É, sem dúvida, uma obra que nasceu do estudo e da oração, destinando-se a facilitar o nosso diálogo com Santa Joana Princesa, nossa Padroeira, uma vez que continua, ainda hoje, a ser modelo de vida para todos os cristãos.

Para que esta contemplação e diálogo seja possível, decidimos reproduzir este Ícone e colocá-lo ao dispor de todos, podendo-se encontrar à venda na Livraria de Santa Joana, a partir da primeira semana do mês de Maio.

Nota: Foto e texto da página da Diocese de Aveiro

Sem comentários: