sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Mudança da hora tem os dias contados?


Li no Diário de Notícias que o "Parlamento Europeu questionou a necessidade de adiantar e atrasar relógios e convidou a Comissão Europeia a estudar os efeitos da mudança". Acho bem que se questione a obrigação de todos os anos sermos obrigados a alterar, atrasando ou adiantando, a caminhada dos nossos relógios. Nunca achei graça a esta lei que exige a nossa adaptação às circunstâncias. Cá para mim, preferia que voltássemos, definitivamente, ao chamado horário de verão. 

Sem comentários: