BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE OLIVEIRA DO BAIRRO

Um livro de Carlos Nunes


“MEMÓRIAS E VIDA
 — Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro — 
40 Anos ao Serviço da Humanidade 
(1974/2014)”


Com edição da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro (AHBVOB), foi publicado em fevereiro de 2014 o livro “MEMÓRIAS E VIDA — Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro — 40 Anos ao Serviço da Humanidade (1974/2014)”, um trabalho exaustivo do professor e diácono permanente Carlos Nunes, sócio n.º 2, presidente da Comissão Instaladora, primeiro presidente da Direção e comandante do Quadro de Honra daquela associação. 
O livro, de 540 páginas, apresenta-nos um trabalho de recolha e síntese da vida dos Bombeiro Voluntários de Oliveira do Bairro, profusamente ilustrado e enriquecido por inúmeros registos que são, sem dúvida, um retrato fiel da vida e dos projetos dos soldados da paz ao longo dos 40 anos de labor solidário e altruísta de homens e mulheres, em prol da humanidade, porque os bombeiros, como é sabido, não circunscrevem a sua ação benemerente apenas à sua comunidade local.


Diz o presidente da Câmara de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, em Mensagem, que a AHBVOB «é uma associação de que todos nos orgulhamos, por tudo o que faz não só pelo nosso concelho mas também pela região», referindo a necessidade que todos temos «obrigatoriamente que apoiar e acarinhar, com o mesmo entusiasmo e sentido de dever que os impele a lutar contra os maiores perigos e adversidades».
Por sua vez, o comandante, Marco Bruno Louro Maia, afirma em Nota Justificativa que este livro é uma homenagem a «tantas pessoas boas, dedicadas, vocacionadas e dispostas a proteger bens e pessoas», dando a conhecer a todos, sobretudo aos mais novos, «o caminho até hoje percorrido», sendo certo que este trabalho do comandante do Quadro de Honra Carlos Nunes se situa no meio do caminho «entre a memória histórica e a memória coletiva, porque as gentes ainda se recordam e as coisas a que se faz referência estão lá».
O autor lembra, em Duas Palavras, que o registo de inúmeros dados patentes no seu trabalho foi elaborado «numa perspetiva de futuro», deixando à comunidade e aos vindouros um «contributo para a história de Oliveira do Bairro, na vertente humanitária», concretizando assim «um sonho acalentado» ao longo de alguns anos.

Fernando Martins



Comentários