Mensagens

destaque

Menino Jesus Feliz

Imagem
NATAL
Menino Jesus feliz  Que não cresceste  Nestes oitenta anos!  Que não tiveste  Os desenganos  Que eu tive  De ser homem,  E continuas criança  Nos meus versos  De saudade  Do presépio  Em que também nasci,  E onde me vejo sempre igual a ti.
Miguel Torga

Georgino Rocha - Onde estão as freiras, nossas irmãs?

Imagem
«“É isto que, em nome da Igreja de Aveiro, vos peço: Sede testemunhas felizes da fidelidade de quem se encontra com Deus; sede apelo contínuo à vocação para que nunca faltem trabalhadores generosos da Messe do Senhor; sede trabalhadores incansáveis desta Igreja em missão”. Pedido feito por D. António Francisco no a 2 de Fevereiro de 2014, dia dos consagrados, e agora evocado como memória agradecida.»

“A maioria das pessoas que vejo nesta sala, afirma Carlos Mester ao iniciar a sua comunicação no congresso da vida religiosa activa no Nordeste brasileiro, tem cabeça de prata, corações de ouro e pés de ferro”. De facto este biblista notável socorre-se do seu fino humor para provocar uma grande gargalhada e animar a vasta assembleia de 250 freiras, todas bem entradas em idade. O realismo sadio faz encarar as situações como elas são e a procurar tirar partido das oportunidades que oferecem. Os pés de ferro, ainda que com alguma ferrugem, constituem o testemunho mais expressivo do valor da …

Efeméride — Restauração da Diocese de Aveiro

Imagem
1938, 11 de dezembro 
«Com grande solenidade, D. João Evangelista de Lima Vidal deu execução à bula do Papa Pio XI, que restaurou a Diocese de Aveiro, e tomou posse do cargo de administrador apostólico da mesma Diocese (Correio do Vouga, 11-12-1938; João Gonçalves Gaspar, Lima Vidal no seu Tempo, III, pgs. 102-106 e 109-120) – J.»
NOTA HISTÓRICA
A Diocese de Aveiro, sufragânea da Arquidiocese de Braga, foi criada pelo papa Clemente XIV, mediante o breve Militantis Ecclesiae gubernacula, de 12-04-1774, a pedido do monarca D. José I, abrangendo uma área destacada do território da Diocese de Coimbra; em 24-03-1775 deu-se execução ao documento pontifício. O rei ficou com o direito de padroado. A catedral foi instalada na igreja da Misericórdia e, mais tarde, em 1830, na igreja que fora do extinto Recolhimento de S. Bernardino. Nas suas primeiras seis décadas, teve apenas três bispos. Em 01-04-1845, após alguns anos de certa confusão canónica no governo eclesiástico, o arcebispo de Braga f…

Portugal é o melhor destino turístico do mundo

Imagem
«O prémio acaba de ser entregue [10 de dezembro à secretária de Estado Ana Mendes Godinho nos World Travel Awards, no Vietname.
Foram seis Óscares mundiais, mais quatro do que os conquistados no último ano, que "representam muitos anos de trabalho na requalificação do país". "Portugal arrasou!" Ainda com a emoção à flor da pele, Ana Mendes Godinho, que foi ao Vietname para a cerimónia anual dos World Travel Awards, contou ao DN que "nem tinha mãos para segurar tantos prémios".
Depois do Dubai, no ano passado, neste ano e pela primeira vez Portugal foi escolhido pela prestigiada organização mundial como o Melhor Destino Turístico do Mundo. Mas se esta foi a maior distinção da noite - que chega três meses depois de recebermos também o prémio de Melhor Destino Europeu -, não foi de longe a única.» Ler mais aqui   NOTA: Portugal é assim: capaz do melhor e do pior.  Tanto somos distinguidos numa faceta como de repente somos apontados como  atrasados  noutras. D…

Dia de Natal - António Gedeão

Imagem
Dia de Natal Hoje é dia de ser bom. É dia de passar a mão pelo rosto das crianças, de falar e de ouvir com mavioso tom, de abraçar toda a gente e de oferecer lembranças.
É dia de pensar nos outros— coitadinhos— nos que padecem, de lhes darmos coragem para poderem continuar a aceitar a sua miséria, de perdoar aos nossos inimigos, mesmo aos que não merecem, de meditar sobre a nossa existência, tão efémera e tão séria.
Comove tanta fraternidade universal. É só abrir o rádio e logo um coro de anjos, como se de anjos fosse, numa toada doce, de violas e banjos, Entoa gravemente um hino ao Criador. E mal se extinguem os clamores plangentes, a voz do locutor anuncia o melhor dos detergentes.
De novo a melopeia inunda a Terra e o Céu e as vozes crescem num fervor patético. (Vossa Excelência verificou a hora exacta em que o Menino Jesus nasceu? Não seja estúpido! Compre imediatamente um relógio de pulso antimagnético.)
Torna-se difícil caminhar nas preciosas ruas. Toda a gente se acotovela, se multiplica em gestos, e…

Bento Domingues — Quem desafia quem?

Imagem
1. A guerra de insultos entre ciência e religião só pode ser alimentada e divulgada pelo persistente desconhecimento da natureza destas duas atitudes e práticas, igualmente humanas e diversas. Não são concorrentes, pois não brotam das mesmas perguntas, nem seguem os mesmos caminhos. Uns são os métodos da investigação científica, outros os percursos da experiência religiosa. Certas formas de ateísmo contemporâneo, com ou sem invocações científicas, pretendem mostrar que a religião é um veneno. Para os adversários deste neoateísmo trata-se, apenas, “da última superstição”. São, de facto, duas apologéticas ideológicas. Deliciam-se a encontrar as formas mais sofisticadas ou mais grosseiras de se desqualificarem mutuamente. Distorcem um debate necessário, que não pode ser feito nesses termos, nem nesse clima crispado e de propaganda (1). Muito diferente é o estilo de Francisco J. Ayala, um biólogo, membro da Academia Nacional das Ciências dos EUA, que também teve uma exímia preparação teo…

BUÇACO classificado como Monumento Nacional

Imagem
«O Conselho de Ministro aprovou [dia 7] o decreto que classifica como monumento nacional o conjunto do Palace Hotel do Buçaco e mata envolvente, incluindo as capelas e ermidas, Cruz Alta e Convento de Santa Cruz. O decreto aguardava aprovação há mais de um ano e meio, desde que João Soares abandonou a pasta da Cultura, e vem reforçar o processo de candidatura da Mata do Buçaco a Património Mundial da Unesco, apresentada em 2016. "Esta decisão do Conselho de Ministros vem corrigir um erro grave que tardava em ser corrigido e fazer finalmente justiça a um espaço majestoso e imponente, de rara beleza, único no país", disse à Lusa o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, o principal impulsionador da candidatura do Buçaco.»
Ler mais aqui 
Nota: Fotos dos meus arquivos.

Georgino Rocha - Escutai a voz do Profeta

Imagem
ENDIREITAI OS CAMINHOS DO SENHOR
João Baptista surge com todo o seu vigor no início do Evangelho de Marcos que, no 2º domingo do Advento, a liturgia da Igreja nos apresenta. (Mc 1, 1-8). Surge como o profeta que realiza o anúncio vaticinado por Isaías, durante o cativeiro do povo judeu na Babilónia. Surge como garantia de que os relatos sobre a vida de Jesus estão na sequência dos factos narrados nos textos sagrados, já conhecidos. Surge para lançar o brado definitivo: “Endireitai os caminhos do Senhor, Ele está no meio de nós”.
Marcos chama o leitor a iniciar o percurso da descoberta de Jesus Cristo, ouvindo o apelo de João Baptista, acolhendo as vozes dos acompanhantes que testemunham os factos por Ele realizados na itinerância da missão, e abrindo o coração para saborear a confissão pública do Centurião: “Realmente, este é o Filho de Deus!”.
A liturgia da Igreja organiza as celebrações de modo sábio e pedagógico. Em cada domingo apresenta um episódio emblemático que visualiza a vi…

Helena Matos — A festa do cone iluminado

Imagem
O bolo rei já não tem brinde. A Bela Adormecida ficou sem beijo porque o príncipe foi acusado de abuso. A fruta não tem bicho. O Natal ficou sem Menino Jesus e tornou-se a festa do cone iluminado. De repente no meio da rua lá está aquela tranquitana metalico-luminosa a que chamamos árvore de Natal. E foi perante aquele cone iluminado, artefacto que nos sobrou devidamente expurgado de tudo o que possa identificar aquilo que somos, o que sentimos, o donde vimos, que me dei conta de como em nome da segurança, da tolerância, da saúde e de sei lá mais o quê estamos a criar um mundo faz de conta. Um mundo em que:
O bolo rei já não tem brinde. O iogurte ficou sem lactose. As natas perderam a gordura. O leite vem da soja e não das vacas. Os doces ficaram sem açúcar. Os bolos não têm farinha. O café perdeu a cafeína. A manteiga ficou magra. O pão não tem glúten. O circo ficou sem leões, depois sem elefantes e agora sem animais. A humanidade ficou sem sexos e dizem que está a perder o interess…

Efeméride - Faleceu o Inspetor Domingos José Cerqueira

Imagem
1927 - 8  de dezenbro 


«Faleceu o Inspector Domingos José Cerqueira que, embora nascido em Ponte de Lima, se radicou em Aveiro, onde exerceu o seu labor profissional no campo do Ensino Primário. Redigiu a famosa «Cartilha Escolar», foi jornalista e, nesta cidade, iniciou a criação de escolas infantis – as primeiras que existiram em Portugal (Litoral,30-5-1970) – J.»
Calendário Histórico de Aveiro  de António Cristo e João Gonçalves Gaspar
Nota: Frequentemente,  dou-me conta de tanta gente que se dedicou ao ensino e à formação de pessoas em várias  áreas, caindo, depois, no limbo do esquecimento. Conheci há muitos anos a Cartilha Escolar e sei que teve mérito no seu tempo, contando diversas edições. Neste simples registo, quero lembrar e honrar tantos cabouqueiros da arte de ensinar a ler...

Anselmo Borges - Progresso e esperança. 2

Imagem
Como ficou dito, o livro Progresso, de Johan Norberg, apresenta dez razões para ter esperança no futuro. Continuo o seu elenco, para lá das apresentadas quanto à comida e ao saneamento.
3. Esperança de vida. Para não irmos a épocas anteriores piores, devemos referir que na década de 1830 a esperança de vida na Europa Ocidental ia até aos 33 anos e melhorou apenas de forma muito lenta. Antes de 1800, nenhum país do mundo tinha uma esperança de vida superior a 40 anos. O espantoso é que não existe um único país que não tenha visto melhorias na mortalidade infantil desde 1950.
4. Pobreza. Não precisamos de uma explicação para a pobreza porque é desse ponto que todos partimos. A pobreza é o que temos até criarmos riqueza. No início do século XIX, as taxas de pobreza eram superiores às dos países pobres hoje, até nos países mais ricos. Quando nos anos 50 do século XX a pobreza extrema foi erradicada em quase todos os países da Europa Ocidental, começou a segunda grande evasão da pobreza, …

Georgino Rocha — Na Missa da Imaculada Conceição

Imagem
ACÇÃO DE GRAÇAS
Jesus, bom amigo de todos, obrigado pela Tua Mãe que quiseste que fosse nossa também. Às vezes, esquecemo-nos, mas o Papa Francisco veio a Fátima avivar a memória quando afirmou: “Temos Mãe”. Hoje, fazemos a festa da Tua Mãe e nossa Mãe. É uma grande alegria para nós e para Portugal, o nosso amado País, que escolheu a Imaculada Conceição para padroeira. Queremos ser dignos desta escolha. Ajuda-nos, Senhor! Em Maria, vemos os seus Pais, Ana e Joaquim, moradores em Nazaré da Galileia. São eles que, hoje, estão a apresentar a sua menina, a dizer-nos como era o ambiente no lar, como foi a educação, como a levavam à sinagoga para o culto semanal, e tantas outras coisas belas. A sua obra estava tão perfeitinha que o Anjo Gabriel, quando a visita, lhe chama “cheia de graça”. Os Pais têm esta nobre missão na educação dos filhos. Obrigado, Ana e Joaquim, pela filha que preparastes para ser a Mãe do Filho de Deus. Em vós e em Maria, vossa amada Filha, vemos os nossos Pais. Hoj…

Anselmo Borges: “Francisco — Desafios à Igreja e ao Mundo”

Imagem
“Francisco — Desafios à Igreja e ao Mundo” é o mais recente livro de Anselmo Borges, padre da Sociedade Missionária Portuguesa e Doutor em Filosofia pela Universidade de Coimbra, em cuja Faculdade de Letras é Professor. O Prefácio é de Artur Santos Silva e merece ser lido antes de entrar no trabalho meticuloso, oportuno e esclarecedor do autor, sobre a personalidade marcante do Papa Francisco que, dia a dia, não se cansa de lançar desafios à Igreja e ao mundo, sempre na perspetiva da construção de uma sociedade mais fraterna e mais justa. Este trabalho de Anselmo Borges, cujas crónicas semanais, publicadas no Diário de Notícias, edito no meu blogue Pela Positiva, há uns 12 anos, mostra à evidência o pensar e o agir do Papa Francisco, que veio do outro lado do mundo para acabar com a sonolência na Igreja que amamos, e que, por isso, em muitas áreas, ficou parada no tempo. Não haverá temas, desafios, propostas, conselhos, exemplos, ralhetes, sorrisos, tristezas, mágoas, sofrimentos, al…

RUY VENTURA — NATAL INCÓMODO

Imagem
«Época de alegrias, de felicidade - mas também de euforias fabricadas, manipuladas pelo consumo -, o Natal leva-nos, frequentemente, ao esquecimento daqueles que assim não sentem, travando diariamente uma terrível luta com a angústia, com o vazio ou com o negrume, mal conseguindo esboçar um sorriso perante as agruras da doença, do desemprego ou de uma dignidade perdida, tentando arranjar uma réstia de ânimo para se levantarem da cama sabendo-se alvo de injúrias e de incompreensões, querendo elevar o coração apesar de se verem sem teto, sem alimentos dignos, sem uma companhia ao lado ou à distância, sem os seus entes queridos. Mesmo quando os lembramos nesta época de preparação para a festa do nascimento de Jesus Cristo, tantas vezes os olhamos como grãos de pó que é importante sacudir da lembrança, não vá ela ficar toldada (menos “alegre”) pelas suas nuvens incómodas. E, no entanto, foi sobretudo para estes nossos companheiros de existência que a encarnação do Divino Infante acontece…

Georgino Rocha - ALEGRA-TE COM MARIA, A MÃE DE JESUS

Imagem
Na festa da Imaculada Conceição
Maria, a cheia de graça, é apresentada pela Igreja como a mulher escolhida para ser a Mãe de Jesus e dar rosto humano a quem se prepara para o Natal do Senhor. Olhando para ela, sentimos a esperança como motor do caminho a percorrer, a alegria como energia espiritual a elevar o coração, o sonho da comunhão a fazer-se realidade no dia-a-dia. Maria de Nazaré, a Senhora da Conceição, vê reconhecida pelo Anjo de Deus a sua singularidade: Desde os primeiros instantes da existência no seio de Ana, sua Mãe, é abençoada com a graça da integridade, isenta do inumano que há na nossa natureza pessoal, liberta da tendência para a autoafirmação eivada de presunção e orgulho, típicos dos protagonistas dos alvores da criação, Eva e Adão. Conserva intacta esta graça durante a sua vida e corresponde-lhe generosamente. Por isso, a Igreja a celebra como a Imaculada, a Virgem-Mãe, a Senhora do sim total. E Portugal a consagra como sua Padroeira, após a restauração da indep…

EDUCAÇÃO — ARMA PODEROSA

Imagem
"A educação é a arma mais poderosa  que pode ser usada para mudar o mundo."
Nelson Mandela (1918 - 2013)
Nota: Gosto muito deste pensamento de um homem bom e sábio. E no meio de tanta barafunda com provocações de toda a ordem, no meio de tanta generosidade que salva o mundo, ouso pensar que todos devíamos lutar por uma educação forte e sadia, no dia a dia, na certeza de que a sociedade seria bem diferente.

Fernando Pessoa - Avé Maria

Imagem
AVÉ MARIA

Avé Maria, tão pura
Virgem nunca maculada
Ouvi a prece tirada
No meu peito da amargura.

Vós que sois cheia de graça
Escutai minha oração,
Conduzi-me pela mão
Por esta vida que passa.

O Senhor, que é vosso Filho,
Que esteja sempre connosco,
Assim como é convosco
Eternamente o seu brilho.

Bendita sois vós, Maria,
Entre as mulheres da Terra
E voss'alma só encerra
Doce imagem d'alegria.

Mais radiante do que a luz
E bendito, oh Santa Mãe
É o fruto que provém
Do vosso ventre, Jesus!

Ditosa Santa Maria,
Vós que sois a Mãe de Deus
E que morais lá nos céus,
Orai por nós cada dia.

Rogai por nós, pecadores,
Ao vosso Filho, Jesus,
Que por nós morreu na cruz
E que sofreu tantas dores.

Rogai, agora, oh Mãe qu’rida
E (quando quiser a sorte)
Na hora da nossa morte
Quando nos fugir a vida.

Avé Maria, tão pura
Virgem nunca maculada,
Ouvi a prece tirada
No meu peito da amargura.


12-4-1902

“Olha a Arte de Natal!” vai animar esta quadra natalícia

Imagem
Nas próximas quartas-feiras, dias 6, 13 e 20 de dezembro, as manhãs vão ser mais alegres nesta quadra de Natal, com a Câmara Municipal de Ílhavo (CMI) a associar-se ao comércio  local, no sentido de revitalizar a identidade histórica e as suas memórias, através de intervenções artísticas dinamizadas pelos nossos maiores, estruturas residenciais para pessoas idosas e clubes seniores. Assim,  a CMI lança a iniciativa “Olha a Arte de Natal!”, com  abertura marcada para o dia 6 de dezembro, pelas 10 horas, nas galerias comerciais, situadas atrás da Câmara, contando com a presença da vereadora do Pelouro da Maior Idade.
Segue-se um périplo por espaços comerciais da cidade, onde se serão desenvolvidas ações muito variadas, tais como representações teatrais, declamação de poesia, cantares de natal, artes plásticas, histórias, teatro musical e contos de natal,  entre outras. Estas intervenções terão lugar na freguesia de S. Salvador na primeira e última quarta-feira e na freguesia da Gafanha…

Miguel Torga - HOSSANA!

Imagem
HOSSANA!

Junquem de flores o chão do velho mundo:
Vem o futuro aí!
Desejado por todos os poetas
E profetas
Da vida,
Deixou a sua ermida
E meteu-se a caminho.
Ninguém o viu ainda, mas é belo.
É o futuro...
Ponham pois rosmaninho
Em cada rua,
Em cada porta,
Em cada muro,
E tenham confiança nos milagres
Desse Messias que renova o tempo.
O passado passou.
O presente agoniza.
Cubram de flores a única verdade
Que se eterniza!

Miguel Torga

Bento Domingues - Entre o fim e o começo

Imagem
1. Foi há 60 anos que li, pela primeira vez, na Summa Theologiae, de S. Tomás de Aquino, uma advertência que não se destinava apenas a principiantes: em teologia, é preciso evitar argumentações pretensiosas, sem fundamento rigoroso. Quem as usa oferece aos infiéis matéria para se rirem da fé, pois ficarão com a ideia de que as afirmações dos crentes são todas igualmente estúpidas [1]. Existem instituições eclesiásticas que se tornaram um obstáculo evidente ao desenvolvimento da vida cristã da Igreja e à realização da sua missão essencial na sociedade. Seria normal que fossem submetidas a uma avaliação rigorosa e se procedesse à sua reorientação e reconfiguração. Não é assim que acontece. Não é pelos frutos que se conhece a árvore? Insiste-se, pelo contrário, na sua sacralização para não se poder mexer nelas e arranjam-se razões que servem apenas para afastar os crentes e fazer rir os agnósticos e ateus. O regime actual dos ministérios ordenados está a secar as comunidades católicas e…

Para todas as idades — “24 coisas a fazer antes do Natal”

Imagem
Um dia para recuperar alguma coisa que já não se usa (porque passou de idade ou existe em demasia) e oferecê-la a quem poderá ter necessidade. Outro para entrar na igreja, acender uma vela, fechar os olhos e pensar no Natal.
Ainda outro dia para se ocupar de quem está próximo, pedir ajuda para si ou para um amigo. Vinte e quatro dias para partilhar, presentear em silêncio, oferecer olhares, boas ações e gentilezas ao próximo.
Da experiência quase centenária do “Mensageiro dos Rapazes”, revista mensal editada pelos frades menores conventuais da basílica de Santo António de Pádua desde 1922, nasceu a ideia de uma espécie de calendário do Advento dirigido a pré-adolescentes de ambos os sexos.
Trata-se de um percurso de aproximação ao Natal feito de 24 etapas, uma por dia, desde o primeiro até 24 de dezembro. Escritos em italiano, os textos, ilustrados, não contêm chocolates mas desafiam os leitores a colocarem-se em jogo com reflexões e ações que envolvam o próximo.
Basta uma ação p…

Georgino Rocha - Movimentos Apostólicos, em saída missionária

Imagem
Os movimentos na Igreja são dons de Deus que visualizam a presença e acção do Espírito Santo, protagonista principal da missão de Jesus na história da salvação. Dons concedidos a quem se dispõe a dar-lhes acolhimento, a exemplo de Maria de Nazaré, e a cooperar generosa e livremente. Dons que constituem prova eficaz do amor de irradiação missionária para que “os homens consintam na grandeza do seu destino”. Dons que pretendem alargar horizontes aos discípulos e pastores para que, agindo localmente, tenham sempre presente o universal, que é típico da fé católica. Dons que são sementes a florir na sociedade e seus dinamismos e dão rosto irradiante ao “jardim bonito que é a nossa Igreja”.
Esta última afirmação é feita no encontro de movimentos, obras e associações realizado no Seminário de Aveiro no dia da festa de Cristo Rei, Senhor do Universo. Expressa uma visão apreciativa, fruto certamente da leitura crente da realidade e de um sonho a ir-se realizando com a colaboração de todos. D…