Figueira da Foz: Palácio Sotto Mayor

Uma visita obrigatória



O palácio Sotto Mayor, que fica na rua Joaquim Sotto Mayor, na Figueira da Foz, é, ou deve ser, visita obrigatória para quem reside ou passa férias por estas bandas. Foi mandado construir por Joaquim Sotto Mayor, natural de Valpaços. Emigrado no Brasil, aí enriqueceu. De passagem pela Figueira da Foz, de tal modo gostou desta terra que resolveu edificar este palácio onde passou largas temporadas, com os seus familiares e muitos criados.
É curioso registar que esta rica moradia, de inspiração francesa do princípio do século passado, demorou 20 anos a ficar completa. Sem me deter muito sobre a beleza do palácio, permitam-me que destaque da decoração os trabalhos de António Ramalho, Joaquim Lopes, Dórdio Gomes, António Carneiro, entre outros artistas de renome da época. O primeiro arquiteto, Gaston Landeck, era gaulês. 
Em 1967, o palácio Sotto Mayor foi adquirido pela Sociedade Figueira Praia, sendo hoje um dos mais interessantes museus, pois retrata uma época onde predominavam riquezas de emigrantes brasileiros.

NOTA: Tenho por hábito interpelar os cicerones dos museus sobre curiosidades relacionadas  com os espaços que visito. Se eles estiverem para isso, e normalmente estão, ficamos sempre  mais enriquecidos. 



Comentários