O linguajar micaelense

Portas da cidade com estátua de Gonçalo Velho Cabral, povoador dos Açores
É conhecido o linguajar caraterístico do povo de S. Miguel, sobretudo, julgo eu, o não erudito. Aquela ilha, em especial, tem realmente um sotaque próprio, que exige dos demais portugueses alguma atenção para perceberem o que os micaelenses dizem.
Sabe-se que as ilhas foram povoadas por  pessoas de Portugal Continental, Bélgica, Holanda, França e Espanha, sendo possível, ainda hoje, encontrar marcas físicas, culturais e linguísticas destes povos na população local, como li num escrito. Alguém me disse que as maiores influências vieram dos franceses.
Mesmo sem me debruçar sobre o tema, podemos inferir daí que os imigrantes terão contribuído para isso. Os estudiosos da língua que se pronunciem sobre isso. Seria uma achega interessante.

Comentários