Sinos da matriz de Nossa Senhora da Nazaré


Encontrei hoje esta imagem de sinos da nossa igreja matriz. Devo ter escrito algo sobre eles, mas confesso que tudo desapareceu das minhas memórias levado pelas ondas sonoras que o badalo torna reais em tempo de horas, momentos festivos e outros mais tristes, mas ainda para avisar que é hora de missas. 
Os sinos foram outrora peças fundamentais de anúncios e de convites à oração, do início de trabalhos e fins dos mesmos. Quando os relógios eram luxos de gente rica, de domingos e festas, eram eles que determinavam o quotidiano do povo. Agora, que ainda não são peças de museu, enobrecem as torres das igrejas a quem dão outra vida, e ficam-se por aí. 
Estes sinos, novos ou restaurados, estão a caminho da torre da matriz de Nossa Senhora da Nazaré. Não recordo o ano, que deve estar bem guardado em qualquer gaveta do meus espaços do ciberespaço. E quando os achar, darei notícia.


Comentários