Terrenos para jovens agricultores



«A procura de terrenos para cultivo, a título gratuito, sobretudo por jovens, está a exceder a oferta das autarquias, que avançaram com bolsas de terras ou hortas comunitárias para dar utilidade a terrenos desaproveitados.
Estarreja, que estabeleceu em 2012 as primeiras 10 hortas comunitárias no centro urbano, junto ao Quartel de Bombeiros, rapidamente triplicou os lotes ocupados e já em janeiro atribuiu mais seis.
“A adesão tem aumentado e hoje são cultivados 44 lotes. Em janeiro deste ano atribuímos mais seis”, descreve Rosa Simão, vereadora da Câmara de Estarreja.»

Ler mais aqui

NOTA: Há pouco tempo, muita terra agrícola estava abandonada no nosso país. Na agricultura, predominavam e julgo que  ainda predominam os menos jovens. A crise pode dar uma grande volta à situação, com a juventude a assumir a agricultura. Gente jovem, decerto com mais cultura académica, poderá gerar a inovação e a criatividade nos campos de Portugal. Ainda bem.

Comentários