Gafanha da Encarnação — A Bruxa

Um local pitoresco
Recanto da Bruxa (foto do meu arquivo)

Café dos petiscos
Já me questionei sobre o assunto e não há documentos, mas do que tenho percebido da tradição oral dos meus conterrâneos, apresento a explicação seguinte: se mudarmos o nome para Lugar da Bruxa ou simplesmente A Bruxa, haverá outro entendimento do nome. Aquele local tão pitoresco, defronte ao antigo ancoradouro das barcas que, noutros tempos, fazia a passagem para a Costa Nova era o ponto de encontro dos antigos pescadores. Estes aí afluíam para uma pausa na dura labuta da pesca ou um simples bate-papo entre colegas de trabalho. Ora para acompanhar um jogo de sueca, nada melhor que uma boa cachacinha....que segundo reza a história se chamava "bruxa". Com a evolução dos tempos passou a tomar-se a parte pelo todo.
A expressão "Ir à bruxa" significava ir saborear a tal bebida, na tasca que passou a assumir esse nome.
É esta a versão que tenho dos factos.
Apesar das modestas condições do espaço, ainda continua a atrair clientela para os petiscos que aí serve, nomeadamente "a empalhada" que consiste numa cestinha com amendoins, tremoços e azeitonas. Com um fino ou um panaché a acompanhar....é um pitéu...
Estamos na idade de desfrutar destes mimos da vida...

Maria Donzília Almeida

NOTA: Venham outras versões, por favor 

Comentários