ADIG em diálogo com a Junta de Freguesia



A ADIG (Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha da Nazaré) e a Junta de Freguesia reuniram-se para tratar de assuntos pertinentes  para a nossa terra e nossa gente. O diálogo foi protagonizado pelos respetivos presidentes, Humberto Rocha e Carlos Rocha.
Entre outras questões, foi solicitada pela ADIG a colocação de placas toponímicas indicativas de locais e edifícios importantes, de que destacamos o Forte da Barra, o Farol, a Junta de Freguesia, a GNR e as Igrejas, matriz, da Cale da Vila e Chave. 
A colocação de novo busto do Mestre Mónica no monumento a ele dedicado no jardim da Alameda Prior Sardo também foi proposta pela ADIG, que ainda pediu abrigos para as paragens de autocarros. 
Aquela associação alertou a autarquia para a necessidade de aplicar lombas nos cruzamentos perigosos e sinais de estacionamento proibido no lado norte da rua envolvente do Mercado. Sugeriu zonas de estacionamento de bicicletas, em especial na Cale da Vila e junto à Igreja.
Problemas do desnível das sarjetas e das tampas de saneamento, bem como da aplicação de placas nos limites da freguesia, foram debatidos  neste encontro.
A ADIG recordou a urgência de se lutar para que a A25 passe a ser designada por Autoestrada entre Gafanha da Nazaré e Vilar Formoso ou Barra – Vilar Formoso, pois inicia-se no quilómetro 0, na rotunda da Barra.
Sobre o Parque de Campismo, ficou no ar uma pergunta pertinente sobre o seu futuro. A este propósito, o comunicado da associação diz que o autarca tomou nota das suas pretensões, tendo o presidente da Junta adiantado que o Parque de Campismo iria ser reestruturado, provavelmente com a categoria de Parque de Campismo Rural, «que não obriga a tanta burocracia e equipamentos luxuosos». 

Ler comunicado aqui 

- Posted using BlogPress from my iPad

Comentários