PAPA FRANCISCO JÁ REGRESSOU A CASA

Na Coreia do Sul, Papa deixa "recados" para todos



«O Papa encerrou hoje uma visita de cinco dias à Coreia do Sul, marcada por apelos ao diálogo com todas e culturas e regimes políticos, bem como por encontros com jovens e a beatificação de 124 mártires.
Estas figuras da primeira geração de católicos coreanos, mortos entre 1791 e 1888 por causa da sua fé, foram apresentados por Francisco como referências para as atuais comunidades cristãs no seu esforço de contribuir para promover a paz e os valores humanos no país e no continente asiático.»

Ler tudo aqui

Comentários