GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO TERRA NOVA

Atletas em prova

Fátima Pinto a grande vencedora 

Fátima Pinho foi a vencedora do Grande Prémio Terra Nova, uma organização da nossa rádio, que teve como palco principal o Jardim Oudinot, no domingo, 15 de junho. Com 51 anos de idade, a atleta confirmou o estatuto de 8.ª melhor da Europa. 
Recordista nacional de 3 mil metros, começou aos 35 anos a prática do atletismo por influência das filhas (Sara e Carina Pinho) que homenagearam a mãe no pódio. Justa e oportuna homenagem, que serviu para estimular muitos desportistas de bancada, incapazes de levar à prática os benefícios do desporto.



Lê-se no site da RTN que Fátima Pinto passou «de aguadeira a atleta de referência», confirmando o velho ditado de que «nunca é tarde para começar». «Espero que as pernas me deixem continuar até ser mais velhinha», resumiu no final da prova.
Com cerca de 700 inscritos, o Grande Prémio de Atletismo mobilizou clubes, escolas, crianças e outros atletas de vários escalões etários, no Jardim Oudinot, com o calor a dificultar a vida aos participantes, porém, com a paisagem a conquistar tudo e todos, como se regista na notícia da RTN.
O vencedor no sector masculino, Leonel Fernandes, considera que a prova foi marcante «pelo local onde se realizou», tendo salientado que «foi uma vitória engraçada apesar das condições atmosféricas difíceis pelo calor». Disse ainda que foi importante para si conseguir esta vitória, acrescentando que «a zona é muito bonita e até devia haver mais atividades neste local».
O Grande Prémio Terra Nova estreou-se no Oudinot, em junho, e para a organização foi uma aposta ganha a pedir apenas alguns ajustamentos. «Vamos pensar numa antecipação por causa das escolas, para não cair tão em cima do final do ano letivo», assumiu Vasco Lagarto, diretor da Terra Nova.

Fernando Martins com RTN


Comentários