Agosto



Vou iniciar o mês de agosto com serenidade, ao jeito de quem quer passar umas férias sem grandes compromissos, sem a lufa-lufa do dia a dia tantas vezes corriqueiro  e sem sentido. Quero acordar cedo para aproveitar o dia, para saborear o sol benfazejo e abrir o coração ao mundo fascinante que urge viver em plenitude, na certeza de que há madrugadas libertadoras e solidárias. 
Passarei por aqui somente por compromissos editoriais ou por imperiosa necessidade de partilhar vivências, sentimentos e emoções que não posso fechar à chave em qualquer gaveta, como coisa para esquecer. 
Boas férias para todos.

Fernando Martins

Comentários