As areias soltas não me agradam...

Praia da Costa Nova

Esta fotografia, guardada nos meus arquivos, tem cinco anos e mostra bem o esforço feito pela autarquia para nos desafiar a caminhar até ao oceano sem o incómodo das areias soltas a fazerem-nos cócegas dos pés e a dificultarem-nos a caminhada. Está bem pensado para pessoas como eu que, sentindo a necessidade da maresia, não apreciam caminhar através do areal. Estes passadiços, contudo, também impedem a destruição das dunas.
Tenho para mim que esta fobia vem dos meus ancestrais. Também eles sentiam o incómodo de tais areias soltas que dificultavam a visita à sede do concelho, Ílhavo. Aquando da criação da freguesia, o parecer da Câmara Municipal lembra que «os povos do mesmo lugar [Gafanha ] se acham separados da sede da atual freguesia [S. Salvador] por uma grande extensão de areia solta, cuja travessia se torna bastante incómoda». E acrescenta que, por esse motivo, «o seu pároco e regedor não conhecem grande número dos seus habitantes, o que sobremaneira embaraça o serviço público». 

F.M.

Comentários