Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

Aveiro: Feira do Livro — 26 de maio a 11 de junho

Imagem
Nota: Ora aqui está uma boa notícia para os amantes da leitura e dos livros. Haverá, tanto quanto julgo saber, livros para todas as idades e gostos, uns mais atuais e outros que já desapareceram dos escaparates das livrarias, apesar do seu valor. As novidades, com direito a publicidade agressiva, por vezes, levam os livreiros a fechar a sete chaves bons livros, para não ofuscarem a venda dos mais recentes. Nas feiras há, portanto, lugar para todos os livros. E eu não deixarei de aparecer.

É preciso falar de Aquilino Ribeiro

Imagem
Vi este convite no Facebook e cá estou  a ampliar a divulgação. Faço isto porque considero Aquilino Ribeiro um dos grandes prosadores da Língua Portuguesa. Não sei, francamente, a razão de o terem deixado cair no rol dos esquecidos. De vez em quando, porém,  volto à sua prosa para a saborear com gosto. E pode ser que Maria de Nazaré Matos nos  possa elucidar, já que é especialista na  matéria.

Ver aqui

Gonçalo M. Tavares na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré

Imagem
Gonçalo M. Tavares vai estar no “Convés” da Fábrica das Ideias, Gafanha da Nazaré, no próximo dia 29 de maio, pelas 19h30, para uma conversa com os seus leitores. Trata-se de uma iniciativa da Câmara Municipal de Ílhavo (CMI), integrada na rubrica “À conversa com…”. Entrada livre. Gonçalo M. Tavares, refere a informação da autarquia, é «o escritor mais premiado da sua geração e tem diversas obras publicadas, num estilo que o tornou bastante apreciado pela crítica literária, mas ainda pelos amantes da leitura. O seu mais recente livro — “A Mulher-sem-cabeça e o Homem-do-mau-olhado” — será apenas o ponto de partida para uma viagem pela obra do autor. A conversa será moderada por Sara Reis da Silva, docente na Universidade do Minho e nossa conterrânea.  A nota da autarquia refere ainda que Gonçalo M. Tavares nasceu em 1970, tendo hesitado entre o futebol e a matemática pura, mas o seu percurso levou-o à escrita. Atualmente, é considerado um dos grandes escritores em Língua Portuguesa, r…

Cataplana à moda do Tiago Lourenço

Imagem
Cataplana de Bacalhau, Amêijoa e Camarão 

Ingredientes (para 4 pessoas):

4 postas de bacalhau (lombo)
250 g de amêijoa da Ria de Aveiro
8 camarões
1 pimento verde
1 pimento vermelho
6 batatas médias
1 cebola grande
2 dentes de alho
Flor de sal q.b.
Azeite q.b.
Vinagre q.b.
Açafrão q.b.
Salsa fresca q.b.

Preparação:

Comece por colocar as amêijoas de molho em água e sal para abrir e retirar a areia (cerca de 30 minutos).
Coza o camarão em água e sal (coloque depois de a água levantar fervura, durante 3/4 minutos) e reserve.
Descasque as cebolas e corte-as em rodelas, assim como as batatas que deverá cortar em rodelas grossas.
Corte também os pimentos, descasque os dentes de alho e pique-os.
Corte os lombos do bacalhau em cubos.
Na cataplana disponha uma camada de cebola seguida dos pimentos. Acrescente as batatas e novamente a cebola, os pimentos, a salsa e o açafrão.
Tempere com flor de sal.
Coloque o bacalhau e as amêijoas, regue com um generoso fio de azeite e leve ao lume brando a…

Diáconos Permanentes de Aveiro celebram aniversário de ordenação

Imagem
Os primeiros diáconos permanentes (DP) da Diocese de Aveiro celebraram ontem, 22 de maio, o 29.º aniversário da ordenação, num encontro-convívio, depois da Eucaristia presidida pelo nosso Bispo, D. António Moiteiro, na igreja matriz de Travassô. Marcaram presença os DP Augusto Semedo, Afonso Henrique, Fernando Reis, Luís Pelicano, Joaquim Simões e Fernando Martins. As esposas dos DP também participaram, exceto a de Fernando Martins, por razões de tratamentos e consulta médica. Associaram-se ainda o pároco de Travassô, Padre Júlio Grangeia, e o Padre Hélder Ruivo, pároco de Requeixo. 
A igreja, quando chegámos, estava asseada. Organista com grupo coral pronto para animar a Eucaristia e membros da comunidade local na assembleia. O sinal evidente do cuidado posto na receção estava dado. O Padre Júlio, um pioneiro a nível eclesial da utilização das novas tecnologias de informação e comunicação, não brinca em serviço. E a missa deste dia, como as demais da sua comunidade, pôde ser seguida…

Precisamos de um outro planeta para viver

Imagem
«O físico britânico Stephen Hawking defende que temos apenas um século à nossa frente para encontrar um novo planeta onde possamos viver, se quisermos que a espécie humana sobreviva, explicou o cientista no programa da BBC "O mundo de Amanhã", citado pela revista Wired. São vários os factores que nos obrigarão a essa busca se quisermos sobreviver: alterações climáticas, a possibilidade de queda de um asteróide no planeta, epidemias e crescimento da população.»
Li aqui 
Nota: E andamos nós todos atarefados e ocupados com banalidades, quantas vezes, quando devíamos começar a pensar no futuro da humanidade. Eu sei que durante 100 anos nasce e morre muita gente, tal como acontece com as mais extraordinárias e impensáveis tecnologias e ciências, mas mais vale prevenir que remediar. Pelo sim pelo não vamos indo e vendo. 
F.M.

Abertura a Deus

Imagem
«A abertura a Deus dá credibilidade amor. Acolher, escutar, compreender, perdoar, eleger e viver inspirado no Evangelho. Não colocar limites à Misericórdia. Haverá sempre momentos difíceis, necessitamos sempre de purificação. No fundo, prestar ainda mais atenção ao ser Pessoa entre tempos e espaços divididos. Solidão e comunhão em todas as relações.»
Pedro José 
Li aqui

Fátima, que futuro? (2)

Imagem
Crónica de Frei  Bento Domingues no PÚBLICO

«Só vale a pena falar no futuro de Fátima se aquele santuário contribuir para criar muitas e variadas iniciativas espirituais e culturais, que convençam os peregrinos a dizer: qual é a minha periferia?»

1. É cedo para fazer um balanço da última peregrinação à Cova da Iria. As televisões têm o país colonizado pela cultura omnipresente e omnipotente do futebol. Durante dois dias, sem a esquecer, voltaram-se todas para o Papa, para os Pastorinhos, para Fátima e parecia que nunca mais se calavam, mas ainda tiveram tempo para celebrar o triunfo de Salvador Sobral no Festival da Eurovisão. Graças sejam dadas a todas e todos que elevaram o ego nacional. Nesta crónica, interessa-me reflectir sobre o futuro de Fátima. Dizem que já dispomos de bases seguras para fazer a história dos acontecimentos de 1917 e o seu desenvolvimento até aos nossos dias. Seja. É indispensável perguntar: em que ponto está a crítica teológica das representações religiosas des…

PAPA FRANCISCO — A Revolução Imparável

Imagem
Um livro oportuno de António Marujo e Joaquim Franco  Apresentação de D. António Francisco e Mónica Baldaque Moderação de Jorge Gabriel 

HUGO COELHO — um gafanhão na liderança do Beira-Mar

Imagem
Hugo Coelho, meu vizinho e amigo, que conheço desde menino, vai ser o novo presidente do velhinho Beira-Mar. Tudo indica que sim, já que há uma lista única candidata aos órgãos sociais. Não ando muito por dentro do mundo do futebol, mas sei que o Beira-Mar foi, em tempos que já lá vão, um clube que tinha nas Gafanhas muitos sócios e simpatizantes, pelo seu historial desportivo, com várias modalidades. Os tempos são realmente outros e de repente, por artes nem sei de quê, o velhinho Beira-Mar caiu em desgraça. Vai agora, ao que julgo, renascer para gáudio dos seus simpatizantes e torcedores, sob a liderança de um gafanhão, cujos méritos de trabalho e gestão bem conheço. Tenho cá um palpite que o Hugo vai ter algumas dores de cabeça, sobretudo quando o Beira-Mar tiver de enfrentar o Grupo Desportivo da Gafanha, que antigamente foi e ainda é, sem dúvida, um viveiro de jogadores de futebol e de outras modalidades. Desejo ao Hugo Coelho as maiores venturas em mais uma tarefa, desta feita …

Os Sintomas do Nosso Mal-Estar Espiritual

Imagem
Os sintomas do nosso mal-estar espiritual são demasiados familiares. Incluem: a dimensão da corrupção, tanto no setor público como no setor privado, onde cargos e posições de responsabilidade são tratados como oportunidades de enriquecimento pessoal; a corrupção que ocorre no seio do nosso sistema de justiça; a violência nas relações interpessoais e nas famílias, em particular, o vergonhoso recorde de abuso de mulheres e crianças; e a dimensão da evasão fiscal e a recusa em pagar pelos serviços utilizados. 
Nelson Mandela,  in 'Walk to Freedom'
Li no Citador

O que eu penso sobre Fátima (4)

Imagem
Crónica de Anselmo Borges no Diário de Notícias

«Concordo com Henrique Monteiro, no último Expresso: "negar que Fátima tem um apelo especial, é negar a evidência, o que só se consegue com teorias estapafúrdias", como as do negócio e vigarice. Mas digo também: uma vez que há experiências religiosas melhores e outras menos boas, é tarefa da Igreja evangelizar Fátima, purificá-la, também com a transparência nas contas.»
1 Para quem acredita verdadeiramente no Deus dos cristãos, Fátima é uma questão ao mesmo tempo simples e tremendamente exigente. Quem acredita em Deus sabe que Ele é infinitamente transcendente ao mundo; Ele está, é, para lá do espaço e do tempo, sempre para lá do que se possa tentar pensar ou dizer. "Nunca ninguém viu Deus", diz o Novo Testamento. Por outro lado, se Ele é o Criador, melhor, porque Ele é o Criador, é infinitamente presente ao mundo e a todas as criaturas. Ele criou e cria a partir do nada e por amor tudo quanto é; de tal modo é Força i…

Garantia de Jesus: Vou enviar-vos o Advogado defensor

Imagem
Reflexão Georgino Rocha

Disse em Fátima o Papa Francisco: "Sob a proteção de Maria, sejamos, no mundo, sentinelas da madrugada que sabem contemplar o verdadeiro rosto de Jesus Salvador, aquele que brilha na Páscoa, e descobrir novamente o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor”
Jesus está a fazer a sua despedida dos discípulos. Abre-lhes o coração e comunica os sentimentos mais profundos. Conhece bem a situação em que se encontram: tristeza e perturbação, desamparo e orfandade, inquietação e perplexidade. E consigna no seu testamento final: “Não vos deixarei órfãos. Rogarei ao Pai que vos enviará outro Paráclito para estar sempre convosco”. Promessa realizada com a vinda do Espírito Santo. Promessa que toma rosto humano em quem cultiva o amor de liberdade e observa os mandamentos com obediência filial. Promessa que encontra no acontecimento do Pentecostes a sua celebração sacramental e percorre os cam…

Santa Joana, padroeira da cidade e diocese de Aveiro

Imagem
Nunca é demais tentar esclarecer o que diz respeito a Santa Joana, padroeira da cidade e diocese de Aveiro, até porque tenho verificado que há muita confusão nas redes sociais. Santa Joana foi beatificada, mas ainda não foi canonizada. Depois da beatificação, foi declarada padroeira dos aveirenses. E a canonização, tão desejada pelos seus devotos, ficou a aguardar.  Entretanto, o atual Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, entendeu, e muito bem, que seria altura de retomar o processo da canonização, estando garantido que os responsáveis pela recolha, seleção e registo de tudo o que possa contribuir para a declaração da Beata Joana como Santa, com culto universal, pela Santa Sé, tomariam posse no dia 25 de junho, Dia da Igreja Diocesana, em Schoenstatt.  Para um conhecimento mais completo das vida da princesa Joana entre nós e do processo canónico da sua beatificação, nada melhor do que ler o que Mons. João Gonçalves Gaspar escreveu sobre a nossa padroeira em livro e em variadíssimos t…

Varrer o passado para debaixo do tapete

Imagem
Opinião de André Carneiro no PÚBLICO

«Portugal é definitivamente um país estranho. Vivemos num território que alberga uma milenar herança de várias épocas, povos e civilizações. Estas condições poderiam fazer de nós um caso de referência internacional, mas continuamos a ser incapazes de estudar, valorizar, mostrar e orgulharmo-nos do nosso património herdado e de transmiti-lo às gerações futuras. Um país que agora é visitado por milhares de turistas, mas que continua a ter as suas memórias fechadas, abandonadas, arruinadas ou (como recentemente sucedeu com um elemento pertencente a um conjunto classificado como Património da Humanidade) vandalizadas de forma sorrateira e ignóbil.»
Por sugestão de M. Ferreira Rodrigues no Google +
Nota: Para que não aconteça entre nós... Para que saibamos valorizar o nosso património... Para acreditarmos na importância do nosso passado.

A bondade do papa Francisco, por Clara Ferreira Alves

Imagem
«Jorge Bergoglio vivia entre os pobres e os criminosos, e deste período de frugalidade e meditação, de perseguição e dor, retirou os ensinamentos de Cristo sobre a resistência ao sofrimento e ao medo». «A sua bondade, creio, vem daqui. Vem de dentro, do centro, dessa qualidade intemporal que não se confunde com o humanismo porque o transcende, incorporando tudo, todo o mundo conhecido e desconhecido, todos os seres vivos e mortos, toda a matéria e antimatéria, numa compaixão universal e transcendental.»

Nota: Texto editado pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura
a partir de uma crónica publicada no EXPRESSO. 
Ler mais aqui 

Com os nossos cães...

Imagem
Permitam-me que partilhe hoje a foto da Lita, em passeio com os nossos cães, o Tóti e a Tita, com mais de 14 anos de vida connosco. O Tóti e a Tita são realmente dois animais adoráveis e inseparáveis. A doença de um é doença do outro. E quando um se ausenta, para ir, por exemplo, ao veterinário, é certo e sabido que ficam mesmo inquietos. Depois, quando se juntam, saltam de contentes.  Partilho esta reflexão para fugir ao marasmo de histerias coletivas que enchem alguns noticiários televisivos com horários e programas repletos de nada, uns, e de coisa nenhuma, outros,  quando uma síntese bem feito e bem ilustrada seria o suficiente. para nos esclarecer. Das rádios, porém, não me queixo. Voltando aos nossos cães, ensinados a respeitar e a seguir direitos e obrigações, apetece-me dizer que são mais fiéis que muitos humanos. Não é por acaso que o velho ditado — "Quanto mais conheço os homens mais gosto dos cães" —, criado nem sei há quantos anos, continua atual.

Passagem fugaz pela Figueira da Foz

Imagem
Ontem passei pela Figueira da Foz. Passagem fugaz, é certo, mas não deu para ver o mar. Uma neblina estanque cortava-me a visão das ondas ou do mar-chão. Bem tentei e esperei, mas nada. E regressei com vontade de ficar. Qualquer dia hei de voltar. Mas ainda deu para ver que a praia, a extensa praia da Figueira da Foz, de areal e mar desafiantes, está em maré de requalificação. No verão, seguramente, tudo estará afinado.

Fátima e Papa na imprensa internacional

Imagem
«A profunda devoção mariana do papa Francisco encontra no contexto de Fátima um lugar «ideal» para manifestar-se com todo o seu vigor. Na cidade portuguesa, com efeito, onde o culto à Virgem é particularmente sentido, o amor por Maria, traço característico dos fiéis da América Latina, é o sinal forte de uma peregrinação que pretende lançar uma mensagem de paz num mundo atravessado por conflitos e tensões. Do "Times" ao "New York Times", do "Guardian" ao "Los Angeles Times" emerge com evidência o significado de uma viagem que, recordando a dimensão mariana, reitera a urgência de abater os muros e superar as divisões.»
Ler mais aqui 

No Dia Internacional da Família com o Dinis

Imagem
Hoje, eu e a Lita, participámos num encontro-convívio, na qualidade de avós, na escolinha que o meu neto mais novo, o Dinis, frequenta. Este encontro, promovido pela escolinha, Casa S. Pedro, em Buarcos, Figueira da Foz, integrou as celebrações do Dia Internacional da Família, 15 de maio. E foi muito agradável voltar ao ambiente que ao longo da vida tantas alegrias me deu. O Dinis, pelas reações que percebemos, estava feliz. Os avós, ali com ele, souberam e puderam enquadrar-se nos jogos programados e preparados para que tudo corresse bem. Pelo que soube, o Dinis esclareceu, antes da nossa chegada, que éramos reformados e que ambos andávamos com bengalas. Disse ainda que o avô não ouvia muito bem. Tudo certo, mas nós quisemos fazer-lhe uma surpresa, não fossem os seus amigos pensar que éramos velhinhos. E fomos sem bengalas, que ficaram no carro. Durante os jogos, não demos parte de fracos, fazendo das tripas corações. E alinhámos em tudo: umas corridinhas para desentorpecer os memb…

Exposição no Museu de Ílhavo de Artur Pastor

Imagem

“O meu Bacalhau é melhor que o teu”

Imagem
Estando garantido que o Festival do Bacalhau se vai realizar entre 9 e 13 de agosto, no Jardim Oudinot, no Forte da Barra, Gafanha da Nazaré, onde se tornou, realmente, mais badalado, a Câmara Municipal de Ílhavo aprovou as normas de participação no Concurso Gastronómico “O meu Bacalhau é melhor que o teu”. Trata-se de um concurso que estimula a criatividade a nível da culinária, sendo certo também que enriquece, ano a ano, a qualidade gastronómica. É que, no âmbito dos comes e bebes, com qualidade e novos sabores, os pratos repetitivos podem tornar-se cansativos, por ser sempre o mesmo. Pessoalmente, gosto de variar, dando prazeres diferentes ao palato, sem esquecer a apresentação, já que o homem é o único animal, porque  racional, naturalmente, que come com olhos. A autarquia esclarece que o concurso é realizado «em parceria com EFTA – Escola de Formação Profissional em Turismo de Aveiro», destinando-se «a público não profissional». Há que ter em conta que a proteína do prato princ…

Fátima: que futuro?

Imagem
Crónica de Frei Bento Domingues no PÚBLICO

O futuro de Fátima depende do seu empenhamento em desencadear uma verdadeira mobilização geral contra esta indiferença que nos gela o coração e agrava a miopia do olhar.
1. Nestas crónicas, recusei-me sempre a responder à pergunta: que vem o Papa fazer a Fátima? Que vinha canonizar os “beatos” Jacinta e Francisco estava assente. Para isso não precisava desta custosa deslocação. A declaração de reconhecimento da santidade destes pastorinhos podia ser feita em Roma. Por isso, julguei que era melhor esperar para ver. O Papa veio mas, antes, tinha realizado outra peregrinação bem mais arriscada e de alcance imediato: o encontro com cristãos e muçulmanos no Egipto. Mário Bergoglio, antes de vir a Fátima, tinha publicado uma carta apostólica que transfere as competências sobre os Santuários para o Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. Vislumbrava nesse documento, inspirador e normativo, que viria realizar o que mais tem faltado…

O fim de linha

Imagem
Crónica de Maria Donzília Almeida


É uma verdade tacitamente aceite que a vida é uma viagem. Tem o seu início após o nascimento, isto é, a entrada neste planeta azul em que vivemos e vai-se desenrolando em sucessivas estações e apeadeiros, onde deixamos um pouco de nós, como trazemos um pouco dos locais e das pessoas com quem privámos. Não há duas viagens iguais, apesar de haver muito de comum entre as pessoas, os lugares e as circunstâncias. Cada pessoa tem o seu próprio percurso de vida. Quando se é criança, jovem ou até adulto, vislumbra-se um longo caminho à frente, em que o tempo parece dilatar-se até ao infinito. Ilusão da juventude, dizem os mais velhos. Quando se atinge a idade da reforma, impõe-se uma paragem mais prolongada, para uma reflexão profunda. Começa a ter-se a perceção de que o percurso já vai adiantado e provavelmente, mais de 2/3 já percorridos. Sente-se a vida estremecida! Se durante o período de atividade, o tempo era escasso para a multiplicidade de tarefas que…

Papa Francisco: Não queiramos ser esperança abortada

Imagem
Não é muito frequente estar com os olhos e o coração fixos no ecrã da televisão tanto tempo. Desta vez, pus de lado tudo para saborear a presença entre nós do Papa Francisco, que veio do outro lado do mundo para ser Bispo de Roma e, portanto, pastor universal dos católicos.  Vi-o vestido de branco, sem adereços dourados, sorriso franco, postura afável, sensível a gestos de aproximação à sua passagem, beijando crianças e doentes, carinhoso nas atitudes, falando e ouvindo com naturalidade. Silencioso no momento próprio junto da imagem de Nossa Senhora… de pé, com centenas de milhares de peregrinos em silêncio absoluto também. Gesto raro em multidões ansiosas. Velas ao alto iluminam sentimentos porventura de vida nova para muitos. Há papas inspiradores como Francisco; há símbolos que estimulam corações adormecidos. E o Papa Francisco, 80 anos de vida cheia, retira-se para descanso.  Disse o Papa Francisco em Fátima: «A Virgem Mãe não veio aqui, para que a víssemos; para isso, teremos a …

QUERO QUE ESTEJAIS ONDE EU ESTOU

Imagem
Reflexão de Georgino Rocha
Jesus vive horas decisivas da sua missão. Acaba de fazer a ceia de despedida dos seus amigos e está prestes a entrar no processo da paixão. As circunstâncias são especiais e os momentos geradores de expectativas. Os discípulos sentem-se incomodados e perplexos. Não se imaginam sozinhos. Estão confusos. Não “engolem” o falhanço da aposta de terem deixado tudo e, agora, verem ruir os projectos tão intensamente alimentados. Acham estranho que Jesus lhes acene com novos horizontes. O realismo começa a pesar e o sonho a desfazer-se. A perturbação instala-se e o coração “chora”. E as perguntas surgem pela boca de Tomé e de Filipe, porta-vozes do grupo apostólico. “Senhor, como podemos saber o caminho, se não sabemos para onde vais”?, adianta Tomé como reacção às declarações de Jesus. Pergunta coerente pois o “vaivém” de Jesus, o seu “até breve”, o vou partir, mas voltarei “para vos levar comigo”, na casa de meu Pai há muitas moradas, quero preparar-vos um lugar, “so…

É preciso manter desperta a busca da verdade

Imagem
Efeméride: Há sete anos, tive o privilégio de participar  num encontro com o Papa Bento XVI no auditório principal do Centro Cultural de Belém, em Lisboa. E neste dia, em que temos também a felicidade de ver e ouvir o Papa Francisco, ocorreu-me evocar esta efeméride da minha vida. Foi um momento inesquecível. Hoje, se Deus quiser, teremos outro momento que ficará, creio eu, num cantinho especial das nossas memórias. 
Foi com grande emoção, contida com esforço, que ouvi hoje [12 de maio de 2010],  ao vivo, o Santo Padre Bento XVI, no principal auditório do Centro Cultural de Belém (CCB). Um silêncio profundo encheu a sala antes da entrada do Papa, e quando «o homem vestido de branco» assomou ao pano de fundo do palco, os aplausos explodiram de alegria. Não era o filósofo apresentado nos mais recentes debates e escritos nem o teólogo proclamado ainda antes de se sentar na cadeira de Pedro. Não era o alemão frio e tímido que toca piano e se debruça sobre os clássicos. Não era o Papa fech…

O que eu penso sobre Fátima (3)

Imagem
Crónica de Anselmo Borges no DN 


1 O sofrimento das pessoas tem de ser compreendido e respeitado. Perante o sofrimento, os calvários todos do mundo, eu inclino-me, porque me comovo profundamente. Mas, depois, porque os crentes muitas vezes não foram informados sobre o verdadeiro Evangelho, notícia boa e felicitante da parte de Deus, concebem Deus à maneira de um tirano ou de um déspota, que precisa de sangue e submissão, fazem promessas e, concretamente em Fátima, vão pagá-las, de joelhos ou arrastando-se, sempre com aquela ideia de que talvez Deus se comova. Aqui, há uma pergunta simples: que pai ou mãe sadios, para darem pão e saúde aos filhos, precisam que eles se ajoelhem e se arrastem? Fátima precisa, pois, de ser evangelizada. E a primeira evangelização é a evangelização de Deus, da imagem que fizemos dele. Jesus veio "evangelizar" Deus. Afinal, Deus é mesmo Pai e Mãe, e o seu único interesse consiste na alegria e na realização verdadeira e plena dos seus filhos. O úni…

Afinal, o Creoula vai continuar entre nós…

Imagem
Depois da estadia do Creoula no Porto de Aveiro, à conta das festas da capital do distrito, entre 12 e 14 de maio, chega-nos agora a notícia de que, afinal, aquele navio vai continuar entre nós, concretamente, até 20 do mesmo mês, no cais bacalhoeiro, Gafanha da Nazaré, no âmbito das Comemorações do Dia da Marinha. Esta presença tem em conta, conforme comunicado da autarquia ilhavense, «a sua "tradição marinheira", associada desde o século XVI à pesca do bacalhau por muitos Capitães e pescadores nos mares frios da Gronelândia, bem como às excelentes relações que remontam às Comemorações do Dia da Marinha, em 2003, e à Regata dos Grandes Veleiros, em 2008», entre outros eventos. Esta é mais uma excelente notícia para as nossas gentes, em especial para as apaixonadas pelas nossas tradições marítimas.

Fonte: CMI; Foto da CMI
Ver  programa

Faleceu o meu amigo Leopoldo Oliveira

Imagem
Pouco passava da meia-noite de hoje quando um filho me deu a notícia do falecimento do meu amigo Leopoldo Oliveira, com 90 anos de idade. De manhã, procurei informar-me da hora do funeral, mas deparei-me com notícia de que já tinha sido ontem, pelas 16 horas. Fiquei triste por não ter acompanhado a família na hora derradeira da sua partida  para o seio de Deus. Apresento, por esta forma, as minhas condolências aos filhos e demais familiares, com a certeza das minhas orações pela sua alma. Ele agora estará com a sua Maria e seu filho Paulo no regaço maternal do Senhor da Vida.
Leopoldo Oliveira era um amigo com quem gostava de conversar, sobretudo quando abordávamos temas do passado e da sua vida, desde muito novo, marcada pela diabetes. Posso garantir, sem medo de errar, que faleceu o mais idoso e antigo diabético da Gafanha da Nazaré, graças, certamente, ao cuidado que mantinha na hora da alimentação e da medicação com insulina. Um dia, quando descobri que eu próprio também era di…

Concurso Aveiro Jovem Criador promovido pela autarquia

Imagem
O Executivo Municipal deliberou aprovar o Regulamento do Concurso Aveiro Jovem Criador 2017, dando assim continuidade a uma importante iniciativa potenciadora da criatividade nas áreas artísticas, nomeadamente a Arte Digital, Escrita, Fotografia, Pintura e Música, sendo esta última uma nova área, que foi acrescentada em 2016.  Um concurso deste género não pode deixar de projetar o Município de Aveiro a nível nacional e internacional, tanto mais que promove a criatividade e a participação ativa dos jovens, como se lê na informação da autarquia aveirense. A participação dos jovens está subdividida em duas categorias, nomeadamente, 18/35 anos e 13/17. Haverá prémio monetário e, ainda, a oportunidade de frequentar uma Residência Artística Internacional ou Nacional, conforme a classe etária, informa a autarquia.
Fonte: CMA