Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2017

O Padre Américo

Imagem
Ontem fui ao Hospital Padre Américo, em Penafiel, para visitar um amigo ali internado há umas semanas. Confirmei que a sua saúde está a torná-lo num guerreiro na luta para voltar à vida do dia a dia. Digo guerreiro pela coragem com que enfrentou a situação difícil por que passou. De sorriso permanente, apesar decerto de algum sofrimento, senti o carinho com que os familiares, filhos e netos, o mimoseavam. A forma terna como o beijavam, as palavras doces que lhe dirigiam e a ternura com que o acariciavam estarão naturalmente a encher-lhe a alma e a reforçar-lhe o corpo para um dia destes regressar a casa. Assim espero.
À entrada do Hospital que tem o nome de Padre Américo, não pude deixar de recordar um homem que muito apreciei desde a minha juventude. Américo de Aguiar, já adulto, resolveu um dia ser padre. Alguns não acreditaram que viesse a ser o que foi: Um homem que se deu, de corpo e alma inteiros, sem preconceitos nem desânimos, aos mais pobres dos pobres. Uma vida inteira e ch…

Metamorfoses pascais do desejo (2)

Imagem
Crónica de Frei Bento Domingues no PÚBLICO 

«Ao fim desta Quaresma, da Semana Santa e da Oitava da Páscoa, há um sabor amargo: tirando o Papa, quem, no mundo católico, nas dioceses, nas paróquias, nos conventos, se levantou contra os sinais de guerra que marcam o mapa do mundo? Repetiu-se: estar com o Papa é estar com a Igreja. Isto era quando os Papas não se comoviam com as dores dos mais feridos.»
1. O filósofo Bertrand Russel não foi muito original ao destacar que os dois grandes desejos humanos são o poder e a glória. Podem realizar-se pelos caminhos da ilimitada vontade de dominação económica, política e religiosa ou pelo desenvolvimento dos próprios talentos em função da vontade de criar condições para que tenham todos iguais oportunidades. Em Portugal, a julgar pelas aparências, o grande desejo de poder e glória, de pais e filhos, é que ganhe o clube da sua paixão. Os mais devotos têm sempre os caminhos de Fátima à disposição. Se aparecer um Papa, é o segredo da glória, o desej…

A coragem de Fernando Pessoa

Imagem
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo…

JESUS ESTÁ VIVO NO MEIO DE NÓS

Imagem
Reflexão semanal de Georgino Rocha

Jesus ressuscitado realiza várias iniciativas para desvendar aos discípulos, e por eles, a toda a humanidade, a novidade do seu ser e do seu agir. Encontros pessoais e comunitários, marchas e refeições, diálogos e provações. Presenças surpreendentes, ausências súbitas e apresentação das cicatrizes da paixão. Hoje, o relato do Evangelho oferece-nos uma “amostra” de algumas destas iniciativas que realçam a sua divina misericórdia. (Jo 20, 19-31). A desolação dos discípulos contrasta fortemente com a coragem de Jesus ressuscitado. Eles, amedrontados, estão refugiados em casa trancada, a temerem o que lhes podia acontecer na sequência da condenação do seu Mestre. Este, destemido, apresenta-se no meio deles, sereno e ousado, e saúda-os amigavelmente, desejando-lhes a paz. O contraste não pode ser mais radical e provocador. A atitude de Jesus surpreende-os completamente e deixa-os expectantes. Eles ainda não o haviam reconhecido. Que carga de medo inibidor…

IGREJA AVEIRENSE - Para formar e informar

Imagem
Recebi a revista “Igreja Aveirense” e já li muito do que ali vem publicado. A revista é trabalho da Comissão Diocesana da Cultura e completou o Ano XII da sua edição, sob a direção de Georgino Rocha, um padre do presbitério da Diocese de Aveiro, com larga experiência no âmbito da cultura, da pastoral e da docência, para além de outras tarefas do foro sacerdotal, e não só. Com uma tiragem de apenas 325 exemplares, a revista não chega à grande maioria dos católicos da Diocese de Aveiro, apesar do muito que diz, formando e informando, sobre os trabalhos e preocupações de âmbito diocesano, nomeadamente dos serviços, clero, arciprestados e paróquias, instituições, santuários, movimentos e obras de apostolado, mas ainda da vida consagrada, publicações, efemérides, e pessoa notável. Neste capítulo, é evocada, com sentido de oportunidade, a nossa D. Maria da Luz Rocha, falecida recentemente. A revista, de publicação semestral, abre sempre, como desde a primeira hora, com mensagens, notas pas…

A revolução de Francisco: irreversível?

Imagem
Crónica de Anselmo Borges no Diário de Notícias

1 A propósito do meu livro sobre o Papa Francisco: Francisco: Desafios à Igreja e ao Mundo, que acaba de ser publicado, e a partir de debates provocados por ele, muitos me têm feito a pergunta em epígrafe: será a revolução de Francisco irreversível?
2 Antes de mais, em que consiste esta revolução? Diria que ela tem várias vertentes, distinguindo concretamente duas: uma mais imediatamente para dentro da Igreja e outra para fora, embora seja perfeitamente pertinente perguntar se ainda faz sentido este "dentro" e o "fora".
3 A revolução da Igreja dentro dela própria é, acima e antes de tudo, a conversão, isto é, tentar fazer que os católicos, a começar pelos cardeais, bispos, padres, se convertam ao Evangelho de Jesus. De facto, o fascínio deste Papa vem daí: do facto de ele se comportar como Jesus enquanto revelação do Deus que é Pai e Mãe e cujo nome é Misericórdia. Ele vive uma vida simples, humilde, abraça e beija as…

JUVENTUDE: Um estado de alma

Imagem
«A juventude não é um período da vida, mas um estado de alma, um efeito da vontade, uma qualidade da imaginação, uma intensidade emotiva, uma vitória da coragem sobre o amor da comodidade. Ninguém se torna velho por ter vivido um certo número de anos, mas porque se abandonou o próprio ideal. Os anos traçam sulcos no corpo e enrugam a pele, a renúncia ao ideal marca-os na alma.» Em muitos casos está, relegado para um qualquer canto, o álbum ou a caixa de fotografias. Percorrer as mais amareladas pelo tempo cria uma sensação de melancolia: os rostos perfeitos, frescos, sorridentes do passado deram lugar à impiedosa verdade do espelho em que esses mesmos rostos se refletem hoje.»
Card. Gianfranco Ravasi
Presidente do Conselho Pontifício da Cultura
Ler mais aqui 

Pastorinhos vão ser canonizados em Fátima no dia 13 de maio

Imagem
«O Papa Francisco anunciou hoje no Vaticano que vai presidir à canonização de Francisco e Jacinta Marto em Fátima, no dia 13 de maio, anunciou o Santuário português, em comunicado enviado à Agência ECCLESIA. Os dois pastorinhos de Fátima tornam-se assim nos mais jovens santos não-mártires da história da Igreja Católica. A decisão sobre o local e data da canonização foi tomada hoje num Consistório Público, reunião formal de cardeais, realizada no Palácio Apostólico do Vaticano.»
Ler mais aqui 

Gafanha da Nazaré — Cidade há 16 anos

Imagem
Com as redes de águas pluviais e residuais na Chave, em fase de arranque, numa parceria entre a CMI e a AdRA (Águas da Região de Aveiro. SA), que importam em 660 mil euros, mais IVA, a Gafanha da Nazaré vai ser a primeira freguesia do concelho de Ílhavo com saneamento a 100 por cento, afiançou Fernando Caçoilo, presidente da Câmara, nas celebrações do 16.º aniversário da elevação a cidade da nossa terra. Esta realidade foi corroborada por Manuel Fernandes Thomaz, presidente do conselho de administração da AdRA, presente na sessão, que teve lugar no Casa da Música, presentemente em obras de conclusão.  Fernandes Thomaz adiantou que esta obra coloca a Gafanha da Nazaré numa posição bastante invejável, mesmo «em termos nacionais». Entretanto, valorizar a importância do saneamento, como «essencial para a qualidade de vida das populações». O presidente da AdRA garantiu que as pessoas e as famílias «anseiam pela rede», mas depois das obras concluídas «resistem a fazer as ligações», sendo c…

“ÍLHAVO, Terra Milenar” - Monografia do Município

Imagem
A história de um povo nunca está totalmente escrita 

«O peso deste livro é sinónimo claro do peso do nosso município, da grandeza do nosso município», afirmou Fernando Caçoilo, presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, no lançamento da obra “ÍLHAVO, Terra Milenar”, na segunda-feira de Páscoa, 17 de abril, feriado municipal. A sessão decorreu na Casa da Cultura, antecedendo o concerto pela Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana. O autarca ilhavense sublinhou que «este livro é marca que fica para além das “modernices” da era digital». Agradeceu a quantos nele colaboraram, «com um abraço do tamanho do nosso farol», e referiu que este «é um excelente projeto que ficará para a história». «Não há dinheiro que o pague!», disse.
Paulo Costa, vereador do pelouro da Cultura da CMI e Diretor Executivo do projeto que culminou com a edição da obra de 600 páginas, afirmou que “ÍLHAVO, Terra Milenar” se assumiu como «uma motivação, um espaço de encontro e discussão para todos aqueles que tiv…

Ílhavo celebrou o seu feriado municipal

Imagem
Segunda-feira de Páscoa é dia de feriado municipal, com distinções atribuídas a personalidade e instituições relevantes no contexto concelhio. Será, porventura, o momento mais expressivo, porque qualquer sociedade precisa de exemplos a seguir no dia a dia. Mas também é importante que os autarcas e partidos com assento na Assembleia Municipal sublinhem o que de bom foi feito durante o ano, abrindo ainda portas a novos horizontes para um concelho em crescimento. A abrir a sessão, um jovem executante protagonizou um bom momento musical. Ana Maria Lopes e Valdemar Aveiro receberam medalhas de Mérito Cultural em Prata e a Vasco Lagarto foi atribuída a Medalha do Concelho em Vermeil. Os Centros Sociais Paroquiais de Nossa Senhora da Nazaré e da Gafanha da Encarnação receberam Medalhas do Concelho em Vermeil. Para o Grupo de Teatro Ribalta foi a Medalha de Mérito Cultural em Prata, pelos 25 anos de atividade, e para ao Novo Estrela da Gafanha da Encarnação (NEGE) foi a Medalha de Vermeil, p…

"Das visões dos pastorinhos à visão cristã"

Imagem
«Tema "delicado e melindroso" lhe chamou diversas vezes o primeiro estudioso dos factos ocorridos em Fátima, o Cónego Formigão. As visões da Cova da Iria são assunto secundário e periférico na dimensão da fé cristã e simultaneamente importante na intensificação e dinamismo da vida espiritual de tantos católicos. Escrever sobre tal matéria corre riscos de gerar irritação em olhares fundamentalistas ou insatisfação em críticos radicais. Isso não me amedronta.»
São estas palavras que abrem a introdução do livro "Fátima - Das visões dos pastorinhos à visão cristã", de Carlos A. Moreira Azevedo, recentemente publicado pela editora A Esfera dos Livros, obra que apresenta «uma releitura crítica sobre o fenómeno das visões ocorridas na Cova da Iria há 100 anos, partindo da situação sociocultural de Portugal e da Europa e da realidade familiar e psicológica das personalidades envolvidas», assinala a sinopse.
Nota: Para uma leitura oportuna e decerto muito interessante. Li aqu…

Páscoa de 2017... E a tradição cumpriu-se

Imagem
Páscoa de 2017. Páscoa da Ressurreição de Jesus Cristo. Páscoa de vida nova para a civilização do amor. Páscoa de renascimento para um homem renovado. Páscoa da alegria alicerçada na Boa Nova. Páscoa para a libertação do homem escravizado por valores sem sentido. Páscoa para glória de Deus! Como manda a tradição, o anúncio da alegria da ressurreição de Jesus Cristo chegou à nossa casa às 9h30. Uma saudação fraterna, um cântico, uma oração, votos de feliz e santa Páscoa. E a marcha continua… Apenas eu e a Lita pudemos estar presentes. Os filhos e netos, com as suas vidas, estiveram apenas nos nossos corações. Sempre presentes, afinal.
Votos de santa Páscoa para todos os nossos amigos.

Lita e Fernando

Metamorfoses pascais do desejo (1)

Imagem
«Um Deus que não é a alegria da vida não é Deus. É um ídolo criado para justificar a dominação económica, política e religiosa.»

1. Os textos do Novo Testamento (NT) não foram encomendados ou ditados, corrigidos por Jesus Cristo. Surgiram em comunidades cristãs, depois da sua morte, para mostrar que o processo que O vitimou não podia ser arquivado. A coligação das autoridades romanas e judaicas, ao contrário das aparências, sob a capa de um julgamento, de facto, tinha decretado o assassinato de um inocente em nome de Deus e do Império [1]. Os autores do NT, ao reabrirem o processo, não pretendiam rever uma questão jurídica do passado, mas testemunhar que estavam completamente enganados os que julgavam que o Nazareno e as suas propostas tinham uma pedra em cima, para sempre. Estava em curso, até ao fim dos tempos, a passagem agitada para uma nova era. Era difícil o caminho da realização da esperança. Mesmo depois da ressurreição, até os discípulos mais chegados, continuavam a alimentar…

ALELUIA DE HANDEL

Imagem

FELIZES OS PACÍFICOS

Imagem
felizes

felizes os pacíficos, que suspendem a violência
e reparam as redes de logradas fainas
(ai a guerra, mãe da pobreza e irmã da morte)

felizes os que aos olhos do mundo
passam por inútil carga social ou rendimento zero
e que escondidamente participam da alegria
que aligeira a vida
(ai aqueles que a sede de poder afoga)

felizes os pobres de alguma pobreza boa
felizes os que lavam as feridas e vivem com os cegos
honrando neles o fundo de humanidade
que lhes é comum

felizes os que nas situações-limite
decidem da singularidade do fazer, da urgência
felizes os que, excluídos, despojados de qualquer imagem
no documento mortal pregado na cruz
inscrevem os seus corpos

felizes os que, intacta, guardam a sensibilidade
à injustiça, apegados só à força da Palavra que cura

felizes os que não pactuam com os anjos
escuros da morte total
nem desculpam os «erros humanos»
das nossas sociedades sem olhos
(ai os que no inferno climatizado sobrevivem
ai o terror mole do dia a dia sobre os ombros)

felizes os que, à imagem de D…

O Calvário do mundo

Imagem
1- Perante o horror todo do mundo, guerras e cidades a desmoronar-se, crianças a jorrar sangue e a gritar de dor ao colo de pais perdidos e a fugir não sabem para onde, violações, crucifixões, fome e mortes, terror e impotência, a palavra que sobe à mente: "Um calvário!" Às vezes, vêm ter comigo pessoas destroçadas e contam e contam e contam... destroçadas: "Sabe? A minha vida tem sido um calvário." E parte-se-me a alma.
2- Hoje, Sexta-Feira Santa, o que se lembra é o calvário de Cristo e, nele, os calvários todos da história. Perante o horror da morte a aproximar-se, diz o Evangelho que Jesus "começou a sentir-se apavorado e a angustiar-se" e rezava: "Meu Pai, tudo te é possível, afasta este cálice de mim. Mas faça-se não o que eu quero, mas sim o que Tu queres." E morreu, gritando esta oração: "Meu Deus, meu Deus, porque é que me abandonaste?"
3- Segundo a fé cristã, não faz sentido lembrar a Sexta-Feira Santa sem a esperança da Pás…

Mastro do Milenário — Eu estive lá

Imagem
Efeméride 13 de abril de 1958

O presidente da Câmara Municipal, Dr. Alberto Souto, inaugurou, na ponte da Dobadoura, o «Mastro do Milenário», cujo simbolismo esclareceu na mensagem, dirigida aos aveirenses, que então proferiu (Litoral, 19-4-1958) – A.
"Calendário Histórico de Aveiro",  de António Christo e João Gonçalves Gaspar
Eu assisti aos trabalhos de erguer o mastro do Milénio da povoação de Aveiro e  Bicentenário da cidade, datas que se celebraram em 1959. Comandou as operações delicadas o Mestre Manuel Maria Bolais Mónica, com muita gente a assistir, porventura receosa, alguma, de o mastro não entrar no buraco para ficar com as bandeiras a assinalar as efemérides, que se esperavam festivas. Como manobrador do camião do estaleiro do Mestre Mónica, estava o então meu amigo Henrique Correia, que veio a ser o primeiro presidente do Grupo Desportivo da Gafanha, sendo eu o secretário. O camião estava carregado, julgo que com toros, para garantir a estabilidade do veículo quan…

Mais um livro de Teresa Reigota

Imagem
Teresa Reigota acaba de lançar mais um livro — Gafanha... Crianças de antanho e suas vivências — que decerto nos levará a recordar tempos idos. Temos vivências espontâneas ainda muito longe das brincadeiras e saberes comandados ou telecomandados pelas revolucionárias tecnologias da comunicação. Será um livro, imagino eu, que as antigas e novas gerações hão de saber apreciar. Depois direi...

Faleceu António Augusto Afonso

Imagem
Recebi hoje a dolorosa notícia do falecimento do meu bom amigo António Augusto Afonso. Tinha 92 anos e vivia há muito nos Estados Unidos da América. A doença que o vitimou ceifou-lhe a vida terrena em três semanas. Homem profundamente crente, ligado às Igrejas Evangélicas, morreu serenamente como, aliás, sempre viveu.  O senhor António Afonso, como era mais conhecido, foi um cidadão exemplar e um crente evangélico convicto, amigo dos seus amigos, melhor dizendo, amigo de todos os que com ele se cruzaram na vida, independentemente das convicções religiosas, políticas, sociais ou outras de cada um. Por isso mesmo, era respeitado e venerado por toda a gente. Foi durante muitos anos alfaiate, acumulando, durante certo tempo, a atividade de barbeiro. Mas foi como mestre alfaiate que mais se distinguiu, pelo rigor do corte e perfeição dos acabamentos, não lhe faltando clientes. Porém, um dia emigrou para os Estados Unidos, carregando as saudades da sua Gafanha de que falava continuamente c…

Semana Santa

Imagem
Estamos na Semana Santa, também chamada Semana Maior, por nela vivermos mais intensamente as verdades essenciais da nossa fé. Semana de silêncio, meditação, oração e de certeza de que a Ressurreição de Jesus, ano a ano renovada no coração dos crentes, está próxima, para júbilo de quantos acreditam que a vida de cada um de nós é sempre um recomeço. Jesus Cristo, um marco histórico indiscutível, é luz do mundo que anuncia Boas Novas a todos os homens e mulheres de boa vontade, para glória de Deus e redenção de toda a humanidade, derrotando as nossas fragilidades que tornam agreste a nossa sociedade. A Semana Santa, vivida e sentida na humildade, leva-nos mais até aos que sofrem no corpo e na alma as incompreensões dos egoísmos e as injustiças a diversos níveis. A Semana Santa é também uma semana de purificação e de compromissos permanentemente renovados. E no culminar dela, teremos a alegria da Ressurreição de Cristo, que nos garante a plenitude da vida. Santa Páscoa para todos na feliz …

Gafanha da Nazaré: cidade há 16 anos

Imagem

Morreu Fernando Campos, romancista histórico

Imagem
O autor do romance histórico A Casa do Pó, best-seller no final dos anos 1980, morreu no sábado em Lisboa, mas só nesta segunda-feira é que a notícia foi divulgada pela família.

“A Casa do Pó é um romance sem padrinhos. Fernando Campos, o seu autor, é um homem que durante dez anos persistiu na demanda do enigma de Frei Pantaleão, franciscano no Itinerário da Terra Santa. O enigma resistiu à investigação, mas a ficção portuguesa ganhou um romance extraordinário, melhor entre os melhores.”,  escreveu Clara Ferreira Alves no Expresso sobre o autor que escreveu o seu primeiro romance aos 61 anos. 
Texto de ISABEL COUTINHO, no Público
NOTA: Li este e outros livros de Fernando Campos, todos com entusiasmo, tanto pela escrita fluente e sem mácula que o autor cultivava, mas também pela abordagem de temas de matriz história.  Neste eu primeiro livro debruçou-se sobre o aveirense Frei Pantaleão.

S. Jorge: Fajã da Caldeira de Santo Cristo

Imagem
A Fajã da Caldeira de Santo Cristo merece sem dúvida o percurso de uma hora a pé por um caminho de terra batida que bordeja as encostas íngremes e verdejantes do Norte da Ilha de São Jorge. Vivem ali poucas famílias e a lagoa de água salobra produz as melhores e maiores amêijoas que jamais comi em toda a minha vida.  Se há paraíso e se há sítio na terra onde se esteja próximo do céu, este é seguramente um desses locais. Não pelas amêijoas mas pela paz e desprendimento que o lugar oferece, protegido por uma imagem de Cristo que, segundo a lenda, se recusou a sair dali, provocando intempéries de cada vez que os homens tentavam tirá-la, por mar, do lugar que Ele escolheu!
Pedro Martins

A Bíblia em praça pública

Imagem
O projecto de Frederico Lourenço, assumido pela Quetzal, não se limita a uma nova tradução do Novo Testamento mas à tradução de toda a Bíblia Grega, judaica e cristã.

1. Como escreveu, em 2016, o Prof. José Augusto Ramos, o universo cultural, editorial, científico e académico português foi recentemente presenteado com o aparecimento do primeiro volume de uma tradução da Bíblia grega, conceito que nos tem sido estranho, desde há muitos séculos [1]. Este ano, nos finais de Março, Frederico Lourenço inundou todas as livrarias com o segundo volume da tradução da Bíblia grega, o Novo Testamento completo, escrito há quase 2000 anos, cujo original é irrecuperável. Esta tradução está baseada no texto fixado por Nestle-Aland [2]. Para F. Lourenço, a leitura comparativa dos evangelhos canónicos e dos restos que nos chegaram dos apócrifos não deixa qualquer dúvida quanto à imprescindibilidade de Marcos, Mateus, Lucas e João, talvez os livros mais extraordinários da História da Humanidade. Um pad…

Cidade da Gafanha da Nazaré celebra 16 anos

Imagem
A Gafanha da Nazaré completa no dia 19 de abril 16 anos de elevação a cidade. O aniversário é assinalado com diversos momentos, primeiro no dia exato da elevação (19 de abril de 2001, na Assembleia da República), depois no fim se semana seguinte.  No dia 19, as bandeiras hasteiam-se na Junta de Freguesia pelas 9h, seguindo-se uma visita a obras em curso. Pelas 11h, na futura Casa da Música, decorre a apresentação pública da última fase das obras de saneamento. No dia 21, sexta-feira, realiza-se um sarau comemorativo na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré.  O sarau conta com a participação da Casa do Povo da Gafanha da Nazaré, Espaço Convívio da Junta de Freguesia, Filarmónica Gafanhense, Grupo de Dança “Pestinhas” e Grupo Etnográfico da Gafanha da Nazaré.  Por fim, no sábado, 22, há diversas provas desportivas: Caminhada na Praia da Barra, às 9h; Subida ao Farol, às 10h; Aula de Zumba no Largo do Farol, às 11h, Torneio de Petanca, no Jardim Oudinot, às 14h; e BTT Gastronómico Not…

A avó das viagens

A avó das viagens
Por Mara Gonçalves
26.07.2013
Aos 78 anos, seis filhos e onze netos, Maria Amélia viaja sozinha e sem medos. Por Portugal e, no Inverno, por Marrocos. Sempre na sua autocaravana. Um neto resumiu a história da avó aventureira em vídeo. Resultado: um êxito na net. Com muito carinho.
Vi aqui

Soldado português que enganou os alemães

Imagem
«Autarquia de Murça lança este sábado a iniciativa “100 anos de La Lys - 100 anos do soldado Milhões” que, até 2018, promove colóquios, exposições, e pretende envolver as escolas e recuperar a casa do herói português da I Guerra Mundial, o soldado Milhões. Entre os soldados portugueses que participaram na I Grande Guerra destaca-se Aníbal Augusto Milhais, natural Valongo, concelho de Murça.»
«O soldado raso ficou famoso por se ter batido sozinho contra os alemães, para ajudar à retirada das forças aliadas, depois de ter desobedecido a uma ordem de retirada. Rezam as crónicas que, a 9 de Abril, uma força portuguesa se viu atacada pelos alemães. A força chegou a ser destroçada, a situação era “a pior possível”. Muitos portugueses foram mortos e os sobreviventes obrigados a retirar. O soldado Milhais terá permanecido sozinho. Correu entre os vários abrigos, disparando de diferentes posições e criando a ilusão, nas tropas alemãs, de que a posição estava a ser guardada por vários militares.…

Freitas do Amaral na Gafanha da Nazaré

Imagem
Freitas do Amaral vai estar na Gafanha da Nazaré, no grande auditório paroquial, para nos oferecer uma aula aberta dedicada à história de Portugal. Será, sem dúvida, uma boa oportunidade para reavivarmos o que aprendemos sobre os grandes momentos da nosso país. Interessa a todos, novos e menos novos.

Prefiro a fé, o amor e a alegria

Imagem
«Cuca Roseta afirma que a fé na sua vida “é primordial” e tem a “graça de ter muita” e de “não saber viver feliz sem ela”, porque considera que “só” existem duas formas de viver, “com fé ou com medo”. “O medo pode-se tornar no maior pesadelo de sempre na vida. Prefiro a fé, o amor e a alegria que isso me traz para a vida. Prefiro viver ligada do que desligada do céu”, disse a fadista sobre a fé que dá “um sentido maior” a tudo o que faz e constrói. Na entrevista ao jornal ‘Notícias de Viana’, enviada à Agência ECCLESIA, Cuca Roseta realça que a fé na sua vida “é primordial” e, nas vésperas da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), celebrada no Domingo de Ramos (9 de abril), explica que dá testemunho “sempre” que fala ou canta.»
Ler mais aqui 

Bolacha Americana todo o ano

Imagem
Antigamente, a Bolacha Americana vendia-se, tanto quanto me dita a minha memória, apenas nas praias em épocas de veraneio. No inverno, não havia bolacha estaladiça para ninguém. Agora, até nas grandes superfícies se vende, julgo que com o mesmo sabor, todo o ano. Mas os vendedores ambulantes, sentindo a concorrência a apertar, não escolhem estação para a vender. Ainda bem para os gulosos...

Transhumanismo e pós-humanismo (4)

Imagem
1 Depois do êxito mundial de Sapiens, com mais de um milhão de exemplares vendidos, Yuval Noah Harari publicou em 2015 Homo Deus, que, depois de reflectir sobre as ameaças da biotecnologia e da inteligência artificial ao humanismo e que nova religião poderia substituí-lo, termina perguntando em que devemos centrar-nos se pensarmos em termos de meses ou de anos, respectivamente. Se adoptarmos uma visão realmente ampla da vida, "todos os outros problemas e questões são eclipsados por três processos interconectados: 1. A ciência converge num dogma universal, que afirma que os organismos são algoritmos e que a vida é processamento de dados. 2. A inteligência desconecta-se da consciência. 3. Algoritmos não conscientes mas inteligentíssimos rapidamente poderiam conhecer-nos melhor do que nós próprios". Estes processos levantam três perguntas-chave: "1. Os organismos são realmente só algoritmos e realmente a vida é só processamento de dados? 2. O que é mais valioso: a intelig…

UA entre as 100 melhores do mundo

Imagem
«A Universidade de Aveiro (UA) continua na mó de cima, ao ser integrada no grupo das 100 melhores instituições de ensino superior do mundo com menos de 50 anos. Ocupa o 81.º lugar no ranking da Times Higher Education (THE) e o 44º lugar entre as instituições de ensino superior fundadas entre 1967 e 1985. É a sexta vez que tal acontece. Todos nos sentimos orgulhosos pela posição da UA, tanto mais que este prémio, assim se pode chamar, servirá de estímulo para mais altos voos. Os nossos parabéns a quem a dirige, ao corpo docente e discente, mas também aos muitos funcionários que nela trabalham.

Ler aqui