A Nossa Gente: Leonardo Marques

Leonardo Marques
Neste mês de julho, em que a Câmara Municipal de Ílhavo promove a segunda edição do Marolas, uma iniciativa feita para e por jovens, dedicamos “a nossa gente” a Leonardo Marques. 
Natural de Ílhavo, Leonardo nasceu a 29 de setembro de 1995, revelando-se curioso desde muito cedo e com um feitio muito peculiar, como o próprio diz “muito próximo do dramático”. Estudou na Escola Primária da Légua e, mais tarde, frequentou a Escola Básica José Ferreira Pinto Basto, tendo tido sempre o seu horário preenchido com atividades extracurriculares, entre as quais natação, escutismo, ginástica e aulas de teatro. 
A paixão pela representação é intrínseca à sua personalidade: desde peças de teatro com apenas três anos, quando ainda frequentava o pré-escolar, ao clube de teatro no terceiro ciclo, aquando da sua entrada no GRAL - Grupo Recreativo Amigos da Légua, com a direção de Zé Mário Catão, e onde se divertiu a encarnar várias personagens, desta vez com a importância de ter um guião escrito. 
Tudo seguia um caminho normal, as suas boas notas pareciam antever um futuro certo, sem surpresas, mas o destino não o decidiu assim. No início de 2010 e, com apenas catorze anos, a sua vida mudou quando, depois do seu primeiro casting, foi escolhido para se juntar a um dos elencos mais acarinhados pelos jovens em Portugal. Nesse ano, Leonardo iniciava o seu grande sonho e os “Morangos com Açúcar” foram o primeiro tijolo na sua edificação. Mudou-se para Lisboa e começou a gravar a sua série preferida. Foram meses de grande alegria e, mesmo com uma agenda carregada, não sentia o cansaço, sendo mesmo distinguido como um dos melhores alunos do ano. Depois disto, seguiram-se dois telefilmes RTP e TVI. Iniciou um projeto de videoclips com David Carreira, finalizando-o com o concerto “Don’t stop the party”, no Coliseu dos Recreios. 

A carreira como ator seguia o seu caminho. Contudo, decidiu continuar o seu percurso académico, desta vez iniciando uma licenciatura em Gestão, na Universidade Católica Portuguesa. Esta decisão trouxe-lhe não só grandes oportunidades profissionais e académicas, mas também um grande crescimento a nível pessoal. Durante estes anos universitários conseguiu gravar a sua primeira novela, “Mulheres”, tendo a qualidade da mesma sido reconhecida pela Academia Internacional das Artes e Ciências Televisivas, com a nomeação para Emmy Internacional de Melhor Telenovela do Mundo.
Na área da Gestão foi bolseiro TOP+ 100% pela Universidade Católica Portuguesa durante três anos, o que fez com que, devido ao mérito escolar, ficasse isento de qualquer propina. 
Em 2015, a sua paixão pelas viagens levou este jovem ilhavense a viajar para o outro lado do mundo. Viveu durante quatro meses em Singapura e viajou, mais dois meses, por mais nove países asiáticos. Estas experiências levaram Leonardo a desenvolver mais um grande projeto: o blog “perseus.pt” dedicado a viagens e lifestyle. 
Aos jovens, Leonardo deixa uma mensagem: “Todos queremos muito alguma coisa e cabe a cada um de nós lutar por aquilo que mais desejamos. Desafiem-se e concretizem aquilo que vos faz soltar aquele sorriso sincero só de pensar”. 
Leonardo assim o fará. Em agosto, partirá para Hollywood, onde irá estudar teatro durante dois anos, agradecendo o carinho e o aplauso que sempre o incentivaram a lutar pelos seus objetivos. Tudo o que Leonardo tem para oferecer como artista é a revelação da sua alma e espera que todos a consigam ver.

Fonte: Agenda “Viver em…” da CMI

NOTA: Não tenho o prazer de conhecer pessoalmente o Leonardo Marques, homenageado este mês com o destaque que lhe é devido pela Agenda "Viver em..." da CMI. Realmente, temos entre nós gente de valor a vários níveis sem que o público em geral se aperceba disso. Assim aconteceu comigo. 
Olhando com atenção para o que foi escrito na agenda, com registo de pormenores que traduzem bem a sua capacidade de sonhar e de agir, ficamos a saber que o Leonardo tem  a força anímica suficiente para chegar longe, projetando a sua arte muito para além das nossas fronteiras. No final da entrevista que concedeu à agenda "Viver em..." ficámos a saber que tem para nos oferecer como artista «a revelação da sua alma» esperando «que todos a consigam ver». Eu estarei na linha dos que a desejam ver. 

Comentários