Poesia para este tempo

Um poema de Manuel Alegre

Não sei se sem poemas há país
ou se sem eles se perde o pé a fé e até
esse país que está onde se diz
Ai Deus e u e?

Alguns julgam que é tanto vezes tanto
capital a multiplicar por capital
país é um café e a mesa a um canto
onde um poeta sonha e escreve e é Portugal.

Levantou-se a velida levantou-se alva.
Por mais que o mundo nos oprima e nos esprema
há sempre um poema que nos salva
país é onde fica esse poema.

Manuel Alegre, ‘País’, in “Nada está escrito”,
Dom Quixote 2012, Manuel Alegre recebeu no dia 25 de Abril 
o prémio Vida Literária, da Associação Portuguesa de Escritores


Por sugestão do caderno Economia do EXPRESSO

Comentários