Do alto do Farol

Não estranhem que divulgue o que é bom


Não estranhem os meus amigos se passarem a encontrar no meu blogue algumas referências aos espaços comerciais e outros que, na minha ótima, venham a merecer algum destaque, por mais breve que seja. Não me move qualquer interesse económico ou qualquer benesse, muito menos cederei a pressões. Ajo por razões de consciência, no sentido de divulgar o que é bom e de estimular iniciativas semelhantes. 
Não se julgue, porém, que terei como meta chegar a todos os lados, pois farei esta análise tão-só quando as oportunidades surgirem. Deste modo, quero dizer que na nossa região há estabelecimentos que souberam adaptar-se às circunstâncias, evoluindo numa perspetiva de servir o melhor possível os seus clientes, enquanto outros estagnaram no tempo por razões diversas.  

Fernando Martins

NOTA: "Do alto do Farol" era uma rubrica do jornalista Daniel Rodrigues nas páginas de "O Comércio do Porto", na qual fazia referência a acontecimentos da vida regional. Era muito lida, tanto quanto sei, porque o Daniel muitas vezes trocava impressões comigo a propósito dos temas que tencionava abordar, falando-me posteriormente das reações, que eram várias, que lhe chegavam. É, de certa maneira, uma homenagem ao labor do repórter mais conhecido no Distrito de Aveiro no seu tempo. 

Comentários