Encontro de antigos alunos da EICA

53 convivas gozaram o prazer das recordações






Participei hoje no encontro de antigos alunos da EICA (Escola Industrial e Comercial de Aveiro) no restaurante Marisqueira da Costa Nova. Foram 53 os convivas que gozaram a alegria do encontro e o prazer das recordações vivenciadas na década de 50 do século passado, uns com os outros. Presentes na memória de todos professores marcantes das nossas vidas.
Bailaram entre nós brincadeiras, anseios e projetos de há uns 60 anos que nos tornaram homens capazes de apostar, ontem como hoje, num mundo mais solidário. E a abrir, o Rosa Novo, de Ílhavo, sugeriu aos presentes, antes da refeição, um minuto de silêncio em memória dos que já partiram deste mundo, sinal de que continuam em nós e connosco.
Naquele tempo havia alunos da região, mais próxima e mais alargada. O ensino ainda estava longe de se democratizar e nem todas as crianças e jovens tinham acesso às escolas. Os sacrifícios dos pais eram enormes e os filhos, isolados nas aldeias de origem, ficavam frequentemente privados do ensino público. Recordo colegas de Ílhavo, Ovar, Águeda, Vagos, Oliveira do Bairro, Estarreja, etc. Levantar cedo para apanhar o comboio e outros transportes e regressar a casa ao fim do dia, cansados, sem tempo para estudar. E tantos que se deslocavam de bicicleta e uns poucos de motorizada. Atualmente é tudo diferente. Ainda bem…
Felizes são os que, com mais de 70 anos, têm o privilégio e a capacidade de evocar infâncias e juventudes difíceis com risos, gargalhadas e sentido de humor. Todos reformados ou aposentados, mas nenhum com sinais de quem rejeita a vida e as alegrias da existência, pese embora um certo cansaço de quem calcorreou caminhos e veredas sinuosas e até íngremes. 
O restaurante serviu bem e soube acolher. Já nos conhece. E daqui a um ano, se Deus quiser, voltaremos.
Um abraço fraterno para todos os convivas. Mas também para os que não puderam vir…

Fernando Martins

NOTA: As fotografias foram as possíveis registadas do lugar em que estava sentado.  

Comentários