Palavras e Obras

"Para falar ao vento bastam palavras,
para falar ao coração são necessárias obras"

António Vieira (1608-1697)

Comentários