O PAPA FRANCISCO É UM TERCEIRO CONCÍLIO

Ensaísta destacou papel 
das ordens religiosas da Igreja Católica 
na história de Portugal



"O ensaísta e escritor português Eduardo Lourenço considera que o II Concílio do Vaticano (1962-1965) deixou “traços que não se podem apagar” e que a ação de Francisco é “tão radicalizante” que o Papa “sozinho é um terceiro concílio”."

Ler mais aqui



- Posted using BlogPress from my iPad

Comentários