ZAQUEU

UM POEMA DE DANIEL FARIA





A árvore foi a forma de te ver
E desci para abrir a casa.
De me teres visitado e avistado
Entre os ramos
Fizeste-me passagem
Da folha ao voo do pássaro
Do sol à doçura do fruto.
Para me encontrares me deste
A pequenez.

Nota: Reli este poema, como outros, no livro "VERBO - Deus como interrogação na poesia portuguesa". Selecção e Prefácio de José Tolentino Mendonça e Pedro Mexia. Um livro que recomendo para ler e meditar, que inclui poemas de 13 poetas nascidos entre 1901 e 1971.

- Posted using BlogPress from my iPad

Comentários