AINDA A FESTA: MÚSICA E CAVACAS

FILARMÓNICA GAFANHENSE,
CAVACAS E BOLOS DE FESTA
E FILARMÓNICA DA QUINTA DO PICADO








Se não há festa sem foguetes e sem procissão, também não pode haver festa sem música de banda e cavacas. O povo faz o resto, com a sua presença. É nas festas que amigos se encontram ou reencontram, que namorados dão passos porventura decisivos, que as famílias saboreiam pratos mais festivos. Antigamente não faltava o carneiro na caçoila, assado no forno a lenha. Na minha meninice os rebanhos chegavam, instalavam-se na casa de alguns lavradores. Mortos e esquartejados à vista de todos, os compradores escolhiam os melhores bocados, mais caritos, e o resto ficava a preços mais baixos para as famílias com menos posses. Nesses tempos não havia ASAE...


Posted using BlogPress from my iPad

Comentários