ABERTURA DO ANO ACADÉMICO NA UNIVERSIDADE SÉNIOR PRIOR SARDO

É importante que tenhamos uma vida ativa

Padre Francisco Melo e Maria Cândida Silva

Depois de palavras de boas-vindas, com votos de que tudo corresponda às expetativas que todos nós temos para este novo ano, o nosso prior, Padre Francisco Melo, agradeceu, no dia 15 de setembro, na cerimónia de Abertura do Ano Académico, aos que contribuíram e contribuem para que este projeto da Universidade Sénior Prior Sardo (USPS) do Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Nazaré (CSPNSN) não morra e possa continuar. Considerou que o mais importante «é que tenhamos uma vida ativa e que sejamos capazes de aproveitar todos os momentos que ela nos dá».
O Padre Francisco Melo afirmou que este espaço foi criado para «nos sentirmos úteis, sempre a crescer», acreditando que somos «parte deste projeto e desta humanidade, neste tempo e nesta hora, que queremos mais justa mais fraterna».


Lembrou que está a dar os primeiros passos na USPS, por força da sua integração no CSPNSN, tendo valorizado a presença de utentes do Lar Nossa Senhora da Nazaré, como símbolo de uma parceria que é preciso cultivar. E sobre as parcerias, o Padre Francisco frisou a participação nesta cerimónia do vereador Marcos Ré, como representante da Câmara Municipal de Ílhavo, de quem espera ajudas para melhorar as condições de trabalho na universidade, em especial nas obras de restauro do telhado. 
O vereador Marcos Ré referiu que no fim de uma carreira profissional, porventura já com capacidades mais frágeis, «não podemos atirar a toalha ao chão», como sinal de derrota. Importa, por isso, prosseguir na vida, sendo garantido que o que se passa «nesta casa é extraordinariamente importante, seja para vocês, seja para nós, os que estamos de fora». E adiantou que a Universidade Sénior «nos sensibiliza e nos mobiliza para podermos contribuir com a nossa atividade e com o nosso saber naquilo em que pudermos participar».
Marcos Ré considerou que é fundamental «sentirmo-nos úteis, proporcionando aos outros o ensinamento e o conhecimento», rumo a uma «sociedade que queremos cada vez melhor, mais dinâmica, mais solidária, mais fraterna». E prometeu que a Câmara Municipal de Ílhavo «será também participante ativa», para tornar «mais capacitadas as instalações da Universidade».
Marcaram presença o presidente da Junta de Freguesia de São Salvador, João Campolargo, e o membro da Junta de Freguesia da Gafanha da Nazaré, José Margaça, para além de alunos, professores, dirigentes e funcionários da Universidade Sénior. O momento musical esteve a cargo de alunos da universidade.
Maria Cândida Silva, diretora, lembrou que a USPS nasceu em 2009, esperando que o presente ano letivo mantenha uma comunidade escolar entre 50 e 80 pessoas, englobando professores, alunos e funcionários. Para já, estão programadas aulas de Inglês, Ginástica, Guitarra, Costura, Artes, Tuna, Fotografia e Comunicação, Teatro e Quintinha. Haverá ainda Visitas de Estudo, Exposições, celebração de aniversários e comemoração de datas festivas, como o Magusto, o Natal, o Carnaval e a Páscoa, bem como espetáculos musicais. 

Fernando Martins

Comentários