D. António Francisco já tomou posse

Bispo do Porto assume 
as suas responsabilidades 
perante os cónegos portuenses



Entre a minha alegria e a minha tristeza, D. António Francisco dos Santos já tomou posse como Bispo do Porto. Amanhã será a sua entrada solene na Sé do Porto, que o mesmo é dizer na Diocese do Porto, uma das maiores de Portugal. Sinto alegria, por ver reconhecida a sua indesmentível capacidade pastoral e a visão de futuro que o anima, alicerçadas numa fé apaixonada e contagiante. Sinto tristeza por ver partir um bispo próximo, dialogante, atento e disponível, sempre com a palavra certa para as nossas inquietações e dúvidas, mas também para os nossos comodismos, incapacidades e fraquezas.
Sei, pelo que vi durante este tempo em que foi pai espiritual e pastor do povo de Aveiro, desde o oceano e ria até à serra tantas vezes esquecida, que D. António vai para a Diocese do Porto, com os seus mais de dois milhões de habitantes e quase 500 paróquias, bem acompanhado por Deus Trino, de quem vêm as forças, a coragem, a visão profética e a sabedoria necessárias para levar a bom termo  a missão de que foi incumbido pelo Papa Francisco. Sei ainda que continuará, agora entre o povo portuense, a ser uma testemunha fiel e comprometida da bondade, do bem, do sentido do acolhimento e do serviço aos feridos da vida.
Que Nossa Senhora nunca o desampare, são os meus votos.

Fernando Martins

Comentários