Mais um livro de João Gaspar

"Diocese de Aveiro 
– Subsídios para a sua história"

João Gaspar

Na próxima quarta-feira, 19 de março, pelas 21 horas, no auditório da Reitoria da Universidade de Aveiro, vai realizar-se a sessão pública de agradecimento a D. António Francisco, de partida para a Diocese do Porto, para a qual foi nomeado pelo Papa Francisco. Na mesma sessão, vai ter lugar o lançamento de mais um trabalho de Mons. João Gaspar, desta feita a 2.ª edição do livro a Diocese de Aveiro – Subsídios para a sua história, cuja primeira edição remonta ao ano de 1964, integrando a celebração dos vinte e cinco anos da restauração da Diocese. A nova edição, revista e atualizada, coroa, de algum modo, as comemorações jubilares dos setenta e cinco anos da nossa restaurada Diocese de Aveiro.
Esta obra de Mons. João Gaspar, da Academia Portuguesa de História, é, sem sombra de dúvidas, um precioso trabalho de referência, quer para os diocesanos quer para os estudiosos da nossa história contemporânea, mas também para quantos, pelas suas investigações de mestrado ou doutoramento, necessitam de elementos relacionados, direta ou indiretamente, com a vida das organizações católicas radicadas na área diocesana.



D. António Francisco, que prefaciou a obra, ainda enquanto Bispo de Aveiro, sublinhou que «Uma Igreja deve fortalecer-se nas suas raízes, ouvindo a mensagem que lhe vem do evangelho, seu berço, e alimentando-se da seiva que brota desta terra de verde e de mar, onde homens e mulheres se fizeram, ao longo destes maravilhosos setenta e cinco anos, dóceis para acolher os sonhos de Deus e disponíveis para realizar a acção do Espírito.» E isto nos vem, de maneira concreta, deste livro de Mons. João Gaspar, um dos maiores historiógrafos aveirenses do nosso tempo, incansável em trazer até nós as marcas indeléveis do passado que nos identificam como cristãos num mundo em constantes mutações.
Refere D. António Francisco que a Diocese de Aveiro – Subsídios para a sua história narra «a trajectória comum da Igreja e da Sociedade aveirenses e diz-nos que o diálogo, dia a dia mutuamente aprofundado dá identidade e vida a esta Terra da Ria e do Mar que nos orgulhamos de habitar e nos honramos de servir. Ler este livro tem para nós o sentido do reencontro com a Família humana e cristã que somos em tanto de bom e de belo, que os nossos antepassados nos legaram e em quanto nós hoje somos e vivemos». E acrescenta: «Com esta obra, que está nas nossas mãos e no nosso coração, fruto de um pedido audacioso, acolhido generosamente, a Diocese de Aveiro presta um elevado serviço à História, à Cultura e à Igreja.»
Tenho a certeza de que esta 2.ª edição de a Diocese de Aveiro – Subsídios para a sua história vai tornar-se leitura obrigatória para todos os diocesanos e não só. E a ela voltarei em breve, depois, naturalmente, de uma reflexão cuidada. 

Fernando Martins

Comentários