DIA DO PAI - 19 de março



Neste dia, em que pelo, segundo ano, evoco a figura saudosa do meu pai, sem lhe poder dar uma prenda viva, aqui fica o primeiro poema que lhe dediquei. Tinha eu 33 anos e ele 63, quase a idade que tenho hoje. A sua imagem, sempre presente na minha vida, é a garantia do seu prolongamento, numa outra dimensão. Que esteja naquele ”bom lugar”, a que se referia, neste mundo e que muito desejava alcançar. Que Deus, sumamente bom e misericordioso, lhe tenha concedido esta última vontade!

Já houve grandes poetas
Outros a eles iguais
Sei que existiram profetas
É deles que há sinais.

dedico-lhe este poema
este é pois, o meu lema.

Alguns ficaram famosos
Liberdade proclamaram,
Melhores dias desejaram.
Em tudo o que deles ficou
Ideais de humanidade
De tudo o que mais marcou
Ah! Foi a solidariedade!
            
Maria Donzília Jesus Almeida

                    19 de Março de 1983

Comentários