50 anos dos Cursilhos de Cristandade de Aveiro

"Livro Comemorativo dos 50 Anos 
do Movimento dos Cursilhos de Cristandade 
na Diocese de Aveiro"



"Livro Comemorativo dos 50 Anos do Movimento dos Cursilhos de Cristandade na Diocese de Aveiro", de Domingos Cerqueira, edição do Secretariado Diocesano dos Cursilhos de Cristandade da Diocese de Aveiro, dezembro de 2013.

No Prefácio, D. António Francisco dos Santos evoca a efeméride dos 50 anos do primeiro Cursilho de Cristandade de Homens de Aveiro, que se realizou em Dezembro de 1963, coincidindo com as celebrações dos 25 anos da restauração da Diocese de Aveiro.
Meio século depois, precisamente na altura em que a Igreja Aveirense vive a Missão Jubilar dos 75 anos da restauração da diocese, o Movimento dos Cursilhos de Cristandade também está em festa jubilosa, com celebrações e publicação de um livro evocativo, repleto de memórias, testemunhos, encontros, mensagens, reflexões e fotografias de homens e mulheres que experimentaram ultreias, cursilhos e momentos marcantes de oração e ação que definiram caminhos do Reino.



Lembra o Bispo de Aveiro que «No desdobrar de cada página encontramos nomes e sentimos a vida e a fé de milhares de homens e mulheres que viveram e continuaram a viver os Cursilhos de Cristandade. Reencontramo-nos com estes nomes e com estas vidas que nos falam de agentes apostólicos e pastorais dedicados e generosos leigos, consagrados, diáconos, presbíteros e bispos». E mais adiante, D. António sublinha que «É de Cristo que recebemos também hoje o convite a reavivar a memória destes cinquenta anos, a agradecer a Deus o bem realizado pelo MCC na nossa Diocese e a intensificar o sentido de Missão».
Mário Braga, presidente do Secretariado Diocesano do MCC, recorda que o entusiasmo dos homens e mulheres que um dia participaram num Cursilho de Cristandade não pode adormecer, porque assumiram o compromisso de levar «a todos os ambientes a Boa Nova de que Deus nos ama, fermentando com o nosso testemunho de amizade e sinceridade os ambientes em que o Senhor nos quis colocar».
O autor, Domingos Cerqueira, oferece à Igreja de Aveiro e à sociedade em geral um excelente trabalho de recolha e síntese, mostrando à evidência a importância do MCC nos mais diversos contextos, que se estendem muito para além dos adros das igrejas.

Fernando Martins




Comentários