Semana pela Unidade dos Cristãos

Divisão entre cristãos é um «escândalo», 
frisa papa Francisco, 
que pede abertura para entender
 «diferença como riqueza»


O papa Francisco lamentou esta quarta-feira no Vaticano, durante a audiência geral realizada na Praça de S. Pedro, a separação existente entre os cristãos, não obstante Cristo dever ser fonte de união.
«Com certeza que Cristo não foi dividido. Mas devemos reconhecer sinceramente, e com dor, que as nossas comunidades continuam a viver divisões que são escandalosas. A divisão entre nós, cristãos, é um escândalo. Não há outra palavra: um escândalo», frisou o papa, citado pela Rádio Vaticano.
A mensagem de Francisco enquadrou-se na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, que começou este sábado.

Ler mais aqui

Comentários