Óbidos Vila Natal

Para acabar em beleza as atividades letivas




Para acabar em beleza, as atividades letivas, nada melhor que uma visita à encantadora Vila Natal, situada em Óbidos. Um dia solarengo foi a moldura meteorológica que prenunciava uma viagem de sucesso. O sol brilhava, baixo, sem grande poder calorífico, mas aquecia a alma. A paisagem de outono oferecia-se, aos nossos olhos, sedentos da tranquilidade, como um calmante, nos tons quentes, vermelhos, acobreados e castanhos. 
A vila medieval de Óbidos conduz-nos, nesta quadra natalícia, a um mundo mágico e encantador que envolve a festa do nascimento do Menino Jesus. Com decorações e cenários coloridos, onde impera a imaginação, é recriada, para os mais novos, a mística do Natal.
Por toda a parte, existe animação com teatro de rua, marionetes, em atuações sucessivas e com adereços muito apelativos.



Acorre a este evento, gente aos magotes e grupos de crianças de muitas escolas, acompanhadas por adultos que velam pela sua segurança. Há muita diversão, uma rampa e uma pista de gelo para patinagem, onde muitas crianças experimentam, pela primeira vez, o desporto de inverno das elites – o ski, que neste contexto, será mais na versão sku! As nossas criancinhas, munidas dos patins em linha e empurrando umas focas ali colocadas para o efeito, patinaram, gargalharam e algumas iam dando umas cambalhotas, à mistura! Uma alegria que, nestes momentos difíceis para o país, só mesmo a inocência das crianças pode demonstrar.


Figuras apelativas do imaginário infantil, como a rena Rudolfo de nariz vermelho e outras, percorriam o recinto, interagindo com a pequenada e dando informações preciosas sobre a logística do evento. As várias tendinhas de venda do artesanato local, quer no aspeto gastronómico quer no artístico, satisfaziam as necessidades dos visitantes e alimentavam o sentido estético dos olhos perscrutadores.
A nossa vista cansada pelas liças da vida docente e das outras, ali, encontrou refrigério e alimento vitais. E, para ajudar a manter bem equilibrada a temperatura do corpo, nestes dias que antecedem o inverno, a caminhada permanente em terreno sinuoso como é a geografia de Óbidos, aconchegava-nos os pés que nunca arrefeceram.
Uma ginjinha de Óbidos em cálice de chocolate foi a apoteose final para a despedida dos visitantes, deste burgo medieval.

Mª Donzília Almeida



16.12.2013

Inspirados nas Quatro Estações do ano, à Quinta do Pai Natal passando pelo Bar do Gelo, ao Mercado de Natal e outros entretenimentos, um evento dedicado a toda a família.Venha divertir-se nesta nova Edição do Óbidos Vila Natal e guarde a recordação de um Natal Inesquecível

Comentários