quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O nosso Menino Jesus



Eu sei (todos sabemos) que para viver o espírito de Natal não será preciso esperar por dezembro. Mas temos de convir que a época nos ajuda. E muito. Falo por mim.
A vida nem sempre nos permite valorizar a beleza e a candura do Menino-Deus. Agitados, feridos pela vida, comodistas ou simplesmente adormecidos perante o bom e o belo, nem nos damos conta de que é urgente parar, olhar e contemplar, ao ritmo de cada um, a mensagem que Jesus nos deixou, sem perturbar a nossa liberdade. 
Hoje, também sem querer perturbar os ideais seja de quem for, aqui deixo a foto do Menino Jesus que estará, em pleno, na minha tebaida de trabalho. Reparem que está vestido a rigor, que a minha mulher, a Lita, não gosta que alguém passe frio.
Bom Natal para todos, com o calor da nossa alegria.

1 comentário:

donzília disse...

Sempre gostei das roupinhas do seu Menino Jesus! Até me faz lembrar o Menino Jesus de Praga, que tem várias "toilettes". Parabéns à modista que veste, a rigor este Menino Jesus!

destaque

E que tal não ver má televisão?

Manuel Cardoso, no Sapo,  atirou-me hoje com uma questão pertinente:  E que tal não ver má televisão? Há muito que tento desc...