Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2007

O mais velho realizador do mundo

Imagem
Muito perto dos 100 anos, Manoel de Oliveira continua a filmar


Manoel de Oliveira, o mais velho realizador do mundo, em plena actividade, recebeu do Estado, da RTP e das empresas cinematográficas Lusomundo e Tóbis um subsídio, da ordem dos 700 mil euros, para mais dois filmes. Com quase um século de vida, a completar no próximo ano, mostra que, afinal, é ainda um jovem, que sabe aproveitar o tempo que Deus lhe deu para viver.
Na assinatura do protocolo, a ministra da cultura, Isabel Pires de Lima, sublinhou que esta era "a melhor forma para lançar as comemorações do próximo ano do centenário de Manoel de Oliveira, que está com grande vitalidade e grande actividade profissional e artística".
O mais velho realizador do mundo não é, afinal, um realizador velho, mas é, seguramente, um ser humano único, um mestre autêntico da juventude plena e responsável, que não abdica de viver, ensinando toda a gente que parar é morrer.
Na cerimónia de assinatura do protocolo, o cineasta confessou…

Texto de D. António Marcelino

Imagem
DIVORCIADOS RECASADOS

O tema dos divorciados recasados foi tratado de modo específico na Exortação Apostólica "A Família Cristã" (FC), que João Paulo II nos deu na sequência do Sínodo dos Bispos sobre a família (1980). A Igreja manteve-se sempre fiel às orientações então dadas, reagindo serenamente às pressões contínuas, vindas de diversos quadrantes da sociedade e, até, de um ou outro sector da Igreja. Nas críticas feitas tudo se reduz, praticamente, ao problema da passagem a um novo casamento canónico dos divorciados e à sua possibilidade de comungar o Corpo do Senhor. Como, na Exortação Apostólica de Bento XVI "Sacramento da Caridade" sobre a Eucaristia, voltaram a não ser contempladas as possibilidades referidas, sobejam as críticas ao Papa e os ataques à Igreja, por "marginalizarem", assim se diz, os membros da comunidade cristã que se encontram numa tal situação matrimonial.
Nesta Exortação, agora publicada e que recolhe a reflexão do último Sínodo do…

CUFC

Imagem
Festa no CUFC. Foto do meu arquivo

VINTE ANOS DE FÉ E CULTURA


1. Parece que foi ontem, mas já são duas intensas décadas de vida e esperança que o Centro Universitário Fé e Cultura transporta na sua breve mas significativa história. O CUFC, no seu desígnio de uma Cultura (humilde e por isso mais nobre) que se deixe iluminar pela Fé, está onde estão os que, ao longo destes vinte anos, foram e vão passando, estando, debatendo e formando, crescendo em grupos e movimentos e celebrando a fé cristã no mundo plural.Nesta ordem de ideias, o espírito do CUFC está presente em Cabo Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Guiné, Timor, Brasil, onde a língua portuguesa e a cooperação entre instituições proporciona o acolhimento em Aveiro de jovens vindos destes países da CPLP.São diversas as mensagens de parabéns que nos chegam de alguns destes países, de jovens universitários que sentiram esta casa como sua e agora estão em seus países na vida profissional a lutar por um futuro melhor. De no…

Um artigo de D. António Marcelino

Imagem
IRONIAS DA HISTÓRIA

A história do passado e a que vier a construir-se no futuro não se altera nem determina, rasgando páginas, exorcizando alguns dos seus figurantes, nem, muito menos, predeterminando o seu rumo por força de grupos e ideologias de pressão.
Há que prestar atenção a como se reage a factos vividos, pelo que isso contém de elementos que ajudam a pensar, a decidir e a perceber as ironias da história.
Noticiaram os jornais que um cidadão iraquiano de nome e dos mais influentes na queda de Sadam Hussein, desabafava agora perante a anarquia do seu país, que mais desejava voltar a viver no tempo do ditador…
No muito discutível jogo televisivo sobre o português mais importante da história pátria, a votação em Salazar é impressionante, não obstante a memória colectiva ter ainda marcas salientes, que, em muitos aspectos, não o favorecem por aí além.
Temos, ante os olhos, um facto nacional merecedor de atenção. Trazem-no, as sondagens referentes ao estado da governação. Por um lado, cr…

Universidade de Aveiro

Imagem
Equipa europeia avalia UA



Uma equipa de avaliadores da EUA – Associação das Universidades Europeias, esteve durante a passada semana na Universidade de Aveiro (UA), para proceder à primeira fase do processo de avaliação da UA. Dentro de cerca de dois meses, haverá uma segunda visita de avaliação, após o que se seguirá a apresentação do relatório final da avaliação externa da responsabilidade desta equipa internacional.
A avaliação visa contribuir para a melhoria da qualidade da acção da UA, reforçando, ao mesmo tempo, a capacidade de planeamento estratégico. O processo implicou já a elaboração de um relatório de auto-avaliação, que contou com o envolvimento de diversos intervenientes da comunidade universitária (docentes, discentes e funcionários não docentes) e outros interlocutores externos (onde se destacam antigos alunos).
Nesta primeira visita, a equipa de avaliação teve contactos directos com o meio académico e sua contextualização, tendo reunido com a equipa reitoral, com a comiss…

Barra de Aveiro

Imagem
200 anos da Barra de Aveiro


No dia 3 de Abril, com a conferência ibérica subordinada ao tema “Qualidade global dos portos”, têm início as comemorações do bicentenário da abertura da Barra de Aveiro (1808 – 2008), cujo programa se prolonga até Setembro de 2008. : Leia mais em CV

Um artigo de António Rego

Imagem
Juntar os inimigos


Não é possível. Europa e Cristianismo não podem estar de costas voltadas, como se em ambos caísse um arrufo irremediável. Sobram razões para se não entenderem separados. A roda do tempo abriu trilhos em muitas direcções. Por isso se tornam possíveis desencontros e novos encontros. O momento que vivemos parece de distanciamento ou mesmo de relações cortadas. Aquilo a que se chama laicismo revela-se cansado e impaciente do que lhe parece ter sido o clericalismo, com intromissões indiscretas do Cristianismo, das Igrejas em concreto, no curso da história e da cultura. As Igrejas, em particular a Católica, ficam perplexas com os receios do mundo laico, temeroso que os sinos das catedrais lhes perturbem as marchas da liberdade.
Possivelmente, de parte a parte, há razões subterrâneas ou ressentimentos acumulados que originaram fantasmas. E turvaram, primeiro os discursos, depois o olhar que, obviamente tem um alvo comum: o homem do nosso tempo. Da Europa. Que, quer se queira…

Um artigo de Alexandre Cruz

Imagem
União (na diversidade) Europeia ::



1. A Europa festeja os seus 50 anos! Foi a 25 de Março de 1957 que no Tratado de Roma seis países assinaram a (parceria do carvão e do aço como) fundação da Comunidade Económica Europeia. Cinquenta anos depois, foi em Berlim que os chefes de Estado e de governo, do Ocidente e do Leste, do norte e do sul da Europa, representando 500 milhões de cidadãos do continente azul, assinaram o registo histórico da efeméride. Um pouco por toda a Europa, nuns países mais que noutros, dependendo do entusiasmo europeu, a lembrança cinquentenária do Tratado de Roma foi oportunidade de reflexões históricas, avaliações do difícil presente e, essencialmente pois “é dia de festa”, de celebrações do meio século de um projecto agora bem mais alargado e (que se quer) de horizontes sociais amplos.
2. Nem ilusões, nem desilusões! Não poderão os momentos de impasse actual que a Europa atravessa na sua própria identidade ofuscar toda uma imensa realidade de sucessos no caminho as…

Futuro da mulher no seio da Igreja

Imagem
“Deus é uma palavra difícil”

Em forma de testemunho e de relato de experiências pessoais, a jornalista Laurinda Alves falou, aos partici-pantes nas Jornadas de Teologia, da Mulher e da Igreja, apresentando-as como um “binómio (difícil) na Comunicação Social”. Afirmando que “Deus é uma palavra difícil de usar nos jornais e na televisão, porque não está na moda”, explicou também que falar de religião é complicado num mundo cheio de referências ditas jornalísticas que quase determinam ser errado falar de Deus.
Dando a conhecer um percurso espiritual e profissional, a antiga directora da revista XIS, disse, no entanto, que a coerência de vida, de gestos e de discursos, pode ser um meio para se aprender a assumir Deus, inclusive, enquanto jornalista. Criticando um mundo em que só as más notícias são notícia, afirmou estar convicta da importância de ser diferente, de trabalhar “em contra corrente”, dando a conhecer lados humanos e mostrando a Igreja como, de facto, é.
Laurinda Alves disse aind…

Ares da Primavera

Imagem
Praia da Barra: A paciência do pescador desportivo

O maior português de sempre

SALAZAR VENCEU O CONCURSO DA RTP MISTÉRIO PARA ESCLARECER O concurso realizado pela RTP, para eleger o maior português da História de Portugal, teve um resultado que raia o insólito. Venceu um ditador – Salazar – por larga maioria. Em segundo lugar ficou outro político, que lidava mal com a democracia representativa – Álvaro Cunhal –, e que foi defensor de um regime opressor, o da URSS. Por estranho que pareça, pese embora alguns méritos de ambos, que os tiveram, ocuparam lugares cimeiros aqueles dois políticos, relegando, para planos secundários, artistas, cientistas, navegados e conquistadores, entre outros. Nem o fundador da nacionalidade, D. Afonso Henriques, mereceu ganhar. Mulheres também não houve nos lugares de honra, entre os dez primeiros que chegaram à final. O insólito disto tudo está na vitória de António de Oliveira Salazar, por larga maioria. Porquê? Terá havido algumas campanhas camufladas para que isto acontecesse? Como é possível que os portugueses tenham escolhido u…

Ares da Primavera

Imagem
PALHEIRO DE SALINA :: Os Palheiros das salinas, ou marinhas de sal, estão a desaparecer dos horizontes habituais e dos lugares próprios. A autarquia aveirense, porém, quer preservar este património cultural. Vai daí, montou um Palheiro no jardim que ladeia o IP5 e o canal da Ria, lugar aprazível para um passeio de família.

Um artigo de Anselmo Borges, no DN

Imagem
A Filosofia e os filósofos


A Filosofia anda desvalida, não se sabendo muito bem qual o destino a dar-lhe concretamente no ensino secundário. Este desvalimento é uma das manifestações maiores da nossa crise presente. A essa crise se referiu já o filósofo E. Husserl, em 1935, ao declarar que "as nações europeias estão doentes" e que "o maior perigo da Europa é o cansaço". Por isso, fazia apelo a uma filosofia capaz de uma "crítica universal de toda a vida e de todas as formações e sistemas culturais surgidos a partir da própria vida da Humanidade". E não se trataria de uma tarefa apenas de filósofos profissionais, pois o que se exigia era um "movimento comunitário de formação", com influência na cultura e na educação, em ordem a favorecer uma "atitude crítica, uma atitude que parte da recusa em assumir, sem questioná-las, opiniões e tradições previamente dadas e, ao mesmo tempo, sobre todo o universo tradicionalmente dado de antemão coloca a qu…

Imagens da Ria

Imagem
Pôr do sol na Ria. Foto de Ângelo Ribau

TECENDO A VIDA UMAS COISITAS-16

Imagem
O ARRAIS GABRIEL ANÇÃ

Caríssima/o:

Já que andamos pelos Paços Reais, faço o convite para me acompanhar agora para irmos com o Arrais Gabriel Ançã. Perpetuado na Costa Nova, foi, desde sempre, uma referência e uma interrogação nas nossas idas aos areais do outro lado. Mesmo nas noites do fogo da Senhora da Saúde e, para além do presépio em cascata das luzes das suas casas e ruas que de longe contemplávamos, a sua imagem de pedra impunha-se no céu.
Pela pena do dr. Amadeu Cachim, que muitos de nós conhecemos, espreitemos respeitosamente a cena:

«[...]

O homem de quem vos falo,
que era diferente dos mais,
chamava-se Gabriel
e dum barco era arrais
e, como era valente,
quando saía a pescar,
só se sentia contente
roubando vidas ao março
e bebendo aguardente,
para seu bicho matar,
o que o fazia andar,
quando já velho e doente,
por vezes, a balouçar,
como se andasse no mar.

Por seus actos d'heroísmo,
recebeu muitas medalhas
e mais outros galardões;
mas foi com grande altruísmo,
sem pensar em virtualhas
ou em con…

Muhammad Yunus luta conta a pobreza

Imagem
O Nobel da Paz de 2006 acredita mesmo que vai mudar o mundo

(...)

"Ficarei feliz se o meu legado, e todo o trabalho que estou a fazer, conseguir convencer as pessoas de que é possível criar um mundo sem pobreza, apenas imaginar que podemos fazer isso, que é possível um mundo em que nenhuma pessoa seja pobre. E acreditar nisso. Porque acreditar é percorrer metade do caminho. Quando acreditamos, fazemos. Hoje, pelo contrário, a maioria das pessoas acredita que a pobreza é parte da vida. A partir do momento em que se aceita isso nunca se pensa em eliminá-la. Eu coloco a questão de outra forma: a pobreza não é parte da vida, não pertence à humanidade, é-lhe imposta de forma artificial pelo sistema. Sendo assim podemos eliminá-la e libertar as pessoas dela. Se pudermos todos globalmente acreditar nisso, então é possível mudar isso e, globalmente, um dia eliminar a pobreza." : Leia a entrevista no "PÚBLICO", no suplemento P2

Bento XVI escreve sobre Jesus de Nazaré

Imagem
«Jesus de Nazaré» será lançado depois da Páscoa
e é aguardado com enorme expectativa
em todo o mundo

Livro do Papa
traduzido em 20 línguas



O novo livro de Bento XVI, "Jesus de Nazaré", será lançado logo após a Páscoa, informou o director da Libreria Editrice Vaticana, D. Claudio Rossini, que prevê um novo sucesso editorial.
Segundo o Cardeal Rossini, já foram assinados outros 20 contratos para edições em russo, grego, coreano, japonês e sérvio, além do inglês e outras línguas de maior difusão internacional.
Na Itália, o livro dedicado à vida e à figura de Cristo ficará aos cuidados da casa editorial Rizzoli. "No final de Fevereiro, tínhamos entre 20 e 22 contratos assinados para disponibilizar a palavra, a reflexão, o retrato que o teólogo nomeado Papa deseja apresentar a respeito da figura de Cristo, após 50 anos e muitas pesquisas, estudos, leituras, meditações pessoais", explica o Cardeal, em declarações à Rádio Vaticano.
Além disso, o director da Libreria Editrice V…

AVEIRO: Feira de Março

Imagem
A FESTA DO POVO

A Feira de Março, que se vai prolongar até 25 de Abril, aí está para alegria do povo. Já velhinha, nos seus 573 anos de existência, é “o mais duradouro evento comercial da Região de Aveiro, longevidade que confere ao certame um assinalável contributo para o desenvolvimento económico local”, no dizer do presidente da Câmara, Élio Maia, no desdobrável promocional que foi distribuído.
É verdade que esta feira é mesmo a festa do povo, penso eu, porque ninguém lhe fica indiferente. Nem que por lá se passe a correr, ao menos para saborear umas sempre apetitosas farturas, daquelas que se vendem em barracas que por ali assentam arraiais há décadas.
Élio Maia diz que a secular feira favoreceu o estabelecimento de “relações históricas com os aveirenses e os seus visitantes, concretizando uma destacada vertente de negócios”, mas não esquece a importância lúdica que a caracteriza e lhe empresta “um estatuto ímpar na afeição que lhe é dedicada”. Nessa linha, é com indisfarçável satisf…

Imagens da Gafanha da Nazaré

Imagem
Pôr do sol, com farol à vista. Foto enviada pelo leitor e amigo Ângelo Ribau

50 anos da Comunidade Europeia

Imagem
UMA EUROPA DE VALORES


A Comissão dos Episcopados da Comunidade Europeia (COMECE) apresentou hoje o Congresso que vai promover, de 23 a 25 de Março, para assinalar os 50 anos dos Tratados de Roma, fundadores da Comunidade Europeia, num momento de reflexão sobre o futuro da Europa.
Para discutir os "valores e perspectivas sobre a construção europeia", os Bispos católicos convocaram cerca de 400 participantes, com a intenção de "identificar valores-chave" para os cristãos, confirmando aqueles que definiram o processo de unificação europeia desde o seu início. Sábado será proclamada a "Mensagem de Roma", que vai ser enviada aos Chefes de Estado e de Governo da UE. 23 delegações episcopais estarão presentes, ao lado dos maiores movimentos e comunidades católicas da Europa.
Um grande número de políticos europeus de referência também irão marcar presença: Romano Prodi, Mary McAleese, Wolfgang Schäuble, Hans-Gert Pöttering, Peter Sutherland, Marcelino Oreja e Mario …

Ares da Primavera

Imagem
Conímbriga

: Nota: "Ares da Primavera" vai ser um espaço dedicado à estação considerada, por muitos, como a mais bonita. O que nos fizer recordar a Primavera (poemas e outros textos, fotos, obras de arte e recordações desta época) tem aqui lugar. O importante será que todos partilhemos os nossos gostos e emoções. Fico à espera.

Dia Mundial da Água

ALERTAS Neste Dia Mundial da Água, fica o alerta do World Wild Found (WWF) : os rios do planeta estão a morrer devido à poluição, às barragens e às alterações climáticas. Em Portugal, um dos cursos de água com mais problemas é, na opinião do hidrobiólogo Bordálo e Sá, o rio Douro, “um rio extremamente compartimentado, artificializado, porque no percurso português ou internacional tem uma barragem a cada mais ou menos 30 quilómetros”. Este professor da Universidade do Porto adverte para o facto de o caudal que chega à foz depender mais “em certas alturas do ano, da política da empresa que gere a produção hidroeléctrica nestas barragens, do que das necessidades ambientais. Nós estamos, de alguma maneira, a intervir, retirando água, exacerbando o efeito destas alterações climáticas que já ocorrem”. : Fonte: Rádio Renascença

Dia Mundial da Água

É IMPORTANTE COMEÇAR A POUPAR ÁGUA POTÁVEL Na agenda do Expresso, com pequenas e grandes ideias, lê-se, sobre os consumos de água. Talvez a partir desse conhecimento possamos começar a poupar: Lavagem de roupa……. 90 litros Banho de imersão……...60 litros Lavagem do carro……...50 litros Limpezas da casa……..35 litros Descarga de sanita……15 litros E por aí adiante….

Dia Mundial da Água

Imagem
A FALTA DE ÁGUA POTÁVEL PODE PROVOCAR GUERRAS

Celebra-se hoje o Dia Mundial da Água, para todo o mundo pensar no bem que é termos este precioso líquido, usado em tudo no dia-a-dia. Acho que ninguém ignora a importância da água, mas penso, também, que toda a gente já sabe que ela começa a escassear em muitas regiões do globo. Li há tempos que a falta de água potável poderá provocar guerras devastadoras. Não sei se tal virá a acontecer, mas não me custa acreditar nessa profecia terrível de alguns.
Todos sabemos que se gasta água em demasia. Não vejo ninguém a preocupar-se com os anúncios do perigo da escassez. Parece que toda a gente pensa que a água potável é um bem inesgotável. O mal está aí. E um dia poderemos sofrer as consequências das nossas negligências.

Um artigo de D. António Marcelino

Imagem
HUMILDADE DE QUEM PRESIDE E GOVERNA

"A humildade é a verdade.” Assim dizia Teresa de Ávila, que bem o sabia por experiência própria e pelo dever e missão diária de educar quem pretendia ir além da monotonia de uma vida instalada ou apenas voltada para si própria. A frase ficou, mas a sua prática deixa ainda muito a desejar.
Os tempos não são propícios à verdade porque, também, a humildade tem um preço caro e, num mundo de aparências, poucos se dispõem a andar por tal caminho.
Quem não aceita confrontos de outros e tudo faz, sem olhar a meios, para ocupar sempre o pódio dos vencedores, acha que a humildade é deprimente e coisa de pessoas alienadas e sem brio. Nada tem a ver com os sentimentos de quem gosta de aparecer à frente do pelotão, nem que outros o levem, de bom gosto, ao colo, ou comodamente instalado num palanquim, aos ombros de escravos sorridentes.
Todos temos mais razões para ser humildes, que suficientes e orgulhosos. Mas, quem detém o poder, qualquer que ele seja, ou faz…

Dia Mundial da Poesia

POEMA 2A palavra retira-se a silêncio. Chama-o à sua interioridade para que fique sendo um recuo feliz. Ou, talvez, mais que esse recuo, tempo de espera, de penúria, de constante transparência que cai em pensamento mas sem que o pensamento chegue a frase. E, mesmo assim, como se vai regendo a plenitude da penúria. Que age e se acrescenta pelo campo dentro onde somente mais penúria se abre. É então que a palavra recupera isento o ímpeto da sua vacuidade e se dispõe a devolvê-lo em silêncio feliz. E potestade. Fernando Echevarría Singeverga, 18 de Março de 2007 :: Leia mais sobre um retiro de poetas, em "Poeta arrisca-se à conversão católica", no "Público" de hoje, no caderno P2

Dia Mundial da Poesia

Imagem
Um livro de José Tolentino Mendonça para esta Primavera



“A NOITE ABRE MEUS OLHOS”


Neste Dia Mundial da Poesia, com os calendários a convidarem-nos a prestar mais atenção ao que produzem os nossos poetas, sugiro um livro de José Tolentino Mendonça, “A NOITE ABRE MEUS OLHOS”. José Tolentino Mendonça, que tem merecido lugar de destaque no meu blogue, à semelhança do que tem acontecido em diversos órgãos de comunicação social, é, de facto, um poeta inspirado e que mostra uma sensibilidade muito grande e até original. Digo-o hoje e aqui por me parecer que precisa de ser muito mais conhecido pelo portugueses.
Poesia de vários dos seus livros foi reunida nesta edição para nos encantar. “Os poemas deste livro fazem sua a condição de prosseguir nomeando o possível, respondendo ao impossível, assim fazendo ressoar a dualidade no âmago do mundo, assim inscrevendo nele os seus trajectos sem regresso”, diz Silvina Rodrigues Lopes no posfácio da obra que veio a lume em 2006.
Reli vários poemas insertos…

PRIMAVERA

PrimaveraTrês poemas para sentirmos os cheiros e as cores de mais uma Primavera, como sugeriu a amiga Sara que mos enviou. Que a Primavera traga a todos alegria e ternura. : BERÇO A cegonha chega ao ninho Que tão alto ali a espera Procura berço do Sol Seu berço de Primavera. Vem de longe muito longe Em viagem tão comprida Quem não amar este berço Sabe tão pouco da vida. Matilde Rosa Araújo (retirado do livro "As Fadas Verdes") : ÁRVORE A semente dorme na placenta, húmida, da Terra. Mas começam a percorrê-la murmúrios de água e Primavera. Torna-se raiz e caule, irrompe da sua prisão sem luz para beber os ventos e a claridade do dia. O tronco firma-se como um mastro e caminha para os céus, claros, num apelo a ninhos. Em breve, brevezinho, desfralda-se em ramos e folhas que atraem uma floração de asas e de cânticos. E a árvore começa a ser, a dar e a permitir vida. Luísa Dacosta (texto incluído na colectânea organizada por José António Gomes "Conto Estrelas em Ti") : PRIM…

PRIMAVERA

Imagem
A Primavera aí está. Com o Sol que ilumina e aquece. Que dá cor e alegria à natureza. Vamos aproveitá-la da melhor maneira. Nem que seja a apreciar uma flor dos nossos jardins. Ou das muitas que enfeitam todos os recantos, sem que ninguém as tivesse semeado. Boa Primavera para todos.

Um artigo de António Rego

Imagem
A Exaltação do Amor

Embora exista e deva ser exercido o direito à indignação, nem sempre é a melhor resposta a afirmações que, não sendo mentira, ocultam o essencial da verdade. Claro que me refiro a um conjunto de notícias e reportagens surgidas entre nós sobre a Exortação Apostólica "Sacramentum Caritatis". Extraída das propostas essenciais do último Sínodo dos Bispos, ganha um voo exaltante na integração teológica, litúrgica e pastoral que Bento XVI imprime à Eucaristia como o maior dos dons concedidos à Igreja.
Não apresenta qualquer nova rubrica. Há, isso sim, uma reafirmação vigorosa da incomensurável dignidade do mistério Eucarístico em todas as suas vertentes. E as "exortações" concretas aos intervenientes na acção litúrgica, não são mais que breves afinações no concerto sublime de louvor que constitui cada celebração Eucarística. Reduzir este documento à questão do celibato, do latim e do gregoriano, é distorcer por inteiro a missão de Pedro que, com os Doze…

Campanha contra a pobreza

Mais de mil milhões de católicos de todo o mundo estão a ser convidados a apoiar a campanha global contra a pobreza “FAÇA A AJUDA FUNCIONAR. O MUNDO NÃO PODE ESPERAR” A Cáritas Internacional e a Cooperação Internacional pelo Desenvolvimento e Solidariedade querem pressionar os países ricos para que cumpram as suas promessas de erradicar a pobreza. Trata-se de promessas feitas pelos líderes do G8, em 2005, numa reunião que decorreu nos Estados Unidos e que vão no sentido de mais ajuda ao desenvolvimento e ao cancelamento da dívida dos países pobres. Esta campanha mundial chama-se “Faça a ajuda funcionar. O mundo não pode esperar”. A Cáritas Portuguesa respondeu ao apelo e criou um “site” com informação sobre a campanha e a forma de pressão que entendem que deve ser feita. “Propõe que se escrevam pequenos cartões com frases que indiquem, no fundo, um compromisso, um desafio para os nossos tempos face ao tema. Há também desenhos que poderemos escolher dentro de um pequeno portfólio. Dep…

Um artigo de Alexandre Cruz

Imagem
De Aveiro para o mundo,
nos 400 anos de Vieira ::


1. No passado dia 17 de Março, partiu (transitando da Ria de Aveiro para o Mar, na Praia da Barra) o Veleiro que percorrerá os mares respirados, vividos e sonhados pelo arauto “em português” do século 17, o Padre António Vieira. O contexto desta assinalável partida para todas as viagens com futuro, são os 400 anos de nascimento de António Vieira. Tal efeméride, numa vasta parceria, rasgadora de horizontes novos, mesmo ao jeito de Vieira, pretenderá criar pontes entre todos os mares do pensamento e cultura com a finalidade de mais e melhor ser despertada a nossa própria “identidade e cidadania”, esta precisamente a temática envolvente de todo este projecto transversal.
António Vieira, incontornável personalidade intercultural da história da Europa, de Portugal e do Brasil (presente na história dos livros que se abrem ao fascínio das boas novidades), nasceu a 6 de Fevereiro de 1608, em Lisboa. Este é o motivo feliz gerador de pontes numa pl…

Aveiro, cidade jardim

Imagem
"AVEIRO CIDADE JARDIM - JANELAS E VARANDAS FLORIDAS"

Para incentivar a descoberta e o gos-to pelos espaços verdes da cidade, tirando partido dos jardins, públicos ou privados, proporcionando, desse modo, novas vivências e formas de estar, o civismo, a consciência ambiental e o contacto com a natureza, a Câmara Municipal de Aveiro lança o concurso "Aveiro Cidade Jardim - Janelas e Varandas Floridas".
Assim, e com a finalidade de embelezar as janelas e varandas no perímetro urbano da cidade, o concurso “Aveiro Cidade Jardim – Janelas e Varandas Floridas” destina-se a todos os moradores, pessoas que possuam residência dentro do perímetro urbano, a título individual ou colectivo, e todas as entidades públicas ou privadas que possuam ou ocupem imóveis na referida área. : Ver regulamento

Fé na poesia

Imagem
"É fundamental que a poesia tenha cidadania"



HOMENAGEM AO POETA JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA

A vida e obra de José Tolentino Mendonça acabam de ser reconhecidas publicamente pela Câmara Municipal de Santo Tirso. Em cerimónia que decorreu no dia 17 de Março, no salão nobre dos Paços do Concelho, o padre e poeta foi alvo de homenagem no âmbito da iniciativa camarária "Fé na Poesia". O edil Castro Fernandes foi o primeiro a usar da palavra para referir que o objectivo da iniciativa "a Poesia está na rua" era a de "retirar a poesia dos lugares comuns, fazendo-a escutar com audácia no maior número de locais e espaços públicos do concelho". Este responsável considerou uma honra homenagear pela quarta vez um distinto poeta português, depois de em 2004, 2005 e 2006 o ter feito, respectivamente, com António Ramos Rosa, Cruzeiro Seixas e Manuel António Pina. Sobre a iniciativa "A fé na poesia", o autarca referiu que em Santo Tirso "se continua a s…

História inventada

Cientista israelita diz que ossário de Jesus é uma história inventada :: “Um dos cientistas que aparecem no documentário sobre o ossário de Jesus contesta agora o fundamento das alegadas provas recolhidas pelos realizadores do programa. Stephen Pfann, paleógrafo e investigador da Universidade da Terra Santa, de Jerusalém, diz que James Cameron e Simcha Jacobovici se enganaram redondamente em relação a uma das peças fundamentais. "Pega-se num bocadinho de ciência, inventa-se uma história e faz-se um novo Terminator ou Vida de Brian, afirmou Pfann, não poupando na crítica ao premiado realizador de Hollywood. O que está em causa é uma inscrição que diz uma coisa diferente daquela que os realizadores do documentário pretendem. No filme, produzido pelo Discovery Channel, sugere-se que um ossário encontrado em 1980 conteria os ossos de Jesus Cristo, Maria Madalena, um filho de ambos e restante família. A inscrição diria "Mariamene e Mara", o que significa "Maria a mestra&q…

Um poema de Miguel Torga

REGRESSO Regresso às fragas de onde me roubaram. Ah! Minha serra, minha dura infância! Como os rijos carvalhos me acenaram, Mal eu surgi, cansado, na distância! Cantava cada fonte à sua porta: O poeta voltou! Atrás ia ficando a terra morta Dos versos que o desterro esfarelou. Depois o céu abriu-se num sorriso, E eu deitei-me no colo dos penedos A contar aventuras e segredos Aos deuses do meu velho paraíso. In “Diário VI”

Ao sabor da maré

A HISTÓRIA DA JOANA (ANDREIA) A menina que foi roubada no hospital de Penafiel, há 13 meses, já foi resti-tuída à família, no sábado. Houve festa em Cernadelo. A família é mesmo muito pobres e a criança, antes Joana e agora Andreia, mal cabe em casa dos pais, por tão pequena ser a habitação. Os meios de comunicação social deram largos espaços à notícia do roubo da criança e agora à sua devolução aos pais. Ele desempregado e ela a trabalhar no que calha, no campo e em casa. Recebem um subsídio do Rendimento Social de Inserção. Por força da divulgação do caso, a pobreza da família passou a ser conhecida no País. Pelos vistos, agora, não falta quem queira ajudar. A casa vai ser ampliada e melhorada e uma empresa vai oferecer os móveis, à medida, para uma vida mais decente. Também a cozinha vai ser equipada. A Junta de Freguesia e o senhorio darão o seu apoio. Tudo muito bem A solidariedade e a justiça social continuam com muitas lacunas, apesar do muito que se vai fazendo. Toda a freguesi…

Bienal Internacional de Cerâmica Artística em Aveiro

Imagem
Painel cerâmico de Aveiro

15 mil euros para o primeiro prémio


O prazo de inscrição para a participação na VIII Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro termina no dia 4 de Maio, estando o respectivo secretariado instalado na Divisão de Acção Cultural, sita na Casa Municipal da Cultura / Edifício Fernando Távora, em Aveiro. A bienal está aberta a artistas nacionais ou estrangeiros, com um máximo de duas obras por artista, as quais poderão ser trabalhos individuais ou colectivos. No momento da inscrição, e para além do respectivo boletim de inscrição, cada artista concorrente deve apresentar uma nota biográfica dactilografada, com um máximo de 20 linhas, pelo menos uma foto da obra, em formato digital ou em diapositivo a cores, e descrição da obra proposta, com nota explicativa das características técnicas utilizadas, respectivas medidas e posição da peça para efeitos de exposição. Mediante os elementos apresentados, o júri da bienal fará uma primeira triagem das obras, sendo …

Venda de artesanato

Imagem
De 4 a 8 de Abril, no Rossio






FEIRA DA PRIMAVERA EM AVEIRO


Para “proporcionar, à cidade e a quem nos visita, mais uma exposição e venda de artesanato”, a associação A Barrica promove, de 4 a 8 de Abril, a Feira da Primavera, no Rossio. Cerâmica, fumeiro, bijuteria, calçado, cestaria e trapologia são algumas das artes tradicionais que integram a feira. O artesanato, sob as mais variadas formas, é uma riqueza genuína do nosso povo. Por isso, acho que se justifica, perfeitamente, uma passagem por lá. Para ver, apreciar, comprar e provar...

Um artigo de Anselmo Borges, no DN

Imagem
Dezanove de Março: o Dia do Pai




O génio de Kant não estaria num dos seus momentos mais altos, quando, num texto célebre, pôs esta pergunta na boca de Deus: "Não conseguimos libertar-nos deste pensamento, mas também não podemos suportá-lo: que um ser, que nos representamos como o supremo entre todos os possíveis, de certo modo se diga a si mesmo: 'Eu sou de eternidade em eternidade, fora de mim não existe senão o que existe por minha vontade; mas então donde venho eu?' Aqui, tudo se afunda debaixo dos nossos pés." Há realmente uma pergunta vertiginosa, que constitui um abismo para a razão humana: qual é o Fundo sem fundo donde vem tudo o que vem à luz e se manifesta? Mas essa é uma pergunta do Homem e para o Homem, não de Deus e para Deus. Deus não pergunta, porque é Deus. O animal não pergunta, porque é animal. A pergunta é própria do Homem, e a razão é que ele é ao mesmo tempo finito e abertura ao infinito. Perguntar é constitutivo do Homem, e a pergunta radical é pre…

TECENDO A VIDA UMAS COISITAS - 15

Imagem
O TIO JOÃO AMARANTE

Caríssima/o:

Apetecia-me escrever como o Prior Resende:

«E agora um episódio para fechar este capítulo.»

Vamos então espreitar das páginas 85 a 87, da sua Monografia, e enquadremos a cena em verdadeiro espírito quaresmal.

«João Amarante, de proveniência incerta, veio de abalada por aí fora até poisar na charneca paulenta da Gafanha, a uns 200 metros ao sul da actual estrada de Ílhavo para a Costa Nova. Mal tratado pela fome, lá ia remexendo a areia, a ver se dela podia colheitar algumas batatas e ervilhas que lhe enchessem o estômago e lhe cobrissem os ossos. Mas aquela magreira não se debelava, nem pela polpa dos caranguejos, nem pelas caldeiradas dos barbudos camarões.
A necessidade obrigava-o a arrotear a improdutiva areia. Destruída a primeira barraca de madeira, surgiu uma nova construção de barro, mais sólida, que ele preventivamente cercava de junqueiras para arrostar a inclemente invasão das areias furiosamente tocadas dos ventos. Por algum tempo viveu feliz o ti…